Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Vídeo: Acusados de explodir e assaltar agências comemoram assalto

Compartilhe

O vídeo foi gravado dentro de um carro na madrugada da última terça-feira logo após a explosão de caixas eletrônicos do Banco do Brasil na cidade de Codó, no Maranhão. Nas imagens, divulgadas pela polícia, pelo menos três criminosos comemoram sucesso do roubo. Esta foi a última ação da quadrilha que foi presa pelo Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado).


Os presos, Diego Henrique da Silva Moura, Warlon Thierry de Sousa Pinto, Darlene de Oliveira Lopes Miranda de Aguiar, Júlio César Ferreira Filho, Cássio Magno Melo Duarte, Antônio Sousa Silva, conhecido como “Nego Teixeira” e Cláudio Silvano de Oliveira Lopes de Miranda teriam praticado pelo menos oito explosões em instituições financeiras em menos de dois meses.

Entre as ações está a explosão a agencia da Caixa Econômica em Timon, no último dia 20 de agosto que terminou com a morte de um morador de rua que dormia no local e a explosão de uma agência também da Caixa na Av. Barão de Gurgueia, zona Sul da Capital, no dia 06 de setembro.

Quadrilha presa pelo Greco (Crédito: Rede Meio Norte)
Quadrilha presa pelo Greco (Crédito: Rede Meio Norte)

De acordo com o delegado Gustavo Jung, do Greco, o grupo agia no Piauí e Maranhão. “Ficou constatado no minimo oito ações contra instituições financeiras, e uma ação contra uma lotérica aqui no Piauí. E juntando isso tudo feito por eles aqui no Piauí e no Maranhão nos últimos dois meses”, afirmou.

O secretário Fábio Abreu informou que o líder do grupo,Diego Henrique da Silva Moura, era responsável por preparar os explosivos. “Ele sabe montar o explosivo, ele sabe fazer a carga para utilizar no explosivo. Ele sabe colocar o explosivo. É o 'cabeça' do grupo”, informou.

Warlon Thierry de Sousa Pinto, principal comparsa de Diego, aparece em uma foto nas redes sociais colocando dinheiro na boca. Eles migraram para o Piauí há dois anos após uma série de crimes praticados em Minas Gerais.

No ano passado eles foram presos após explodir a agencia do BB no bairro São Cristóvão, mas foram soltos. Os artefatos usados nas explosões foram encontrados na casa de Darlene.

Warlon Thierry  aparece em uma foto nas redes sociais colocando dinheiro na boca (Crédito: Rede Meio Norte)
Warlon Thierry aparece em uma foto nas redes sociais colocando dinheiro na boca (Crédito: Rede Meio Norte)



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar