Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Funcionário de pastelaria foi morto com 8 facadas, diz polícia

Compartilhe

O diretor do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa - DHPP, delegado Francisco Costa, o Baretta, já iniciou investigação acerca do assassinato de Manoel de Sousa Xavier, morto com oito facadas dentro de uma pastelaria onde trabalhava, no Centro de Teresina. O crime ocorreu na tarde de segunda-feira (21). 

De acordo com informações do Departamento de Homicídio, o funcionário da pastelaria estava no período de descanso [horário de almoço], quando foi atacado por um homem identificado como Francisco Leandro dos Santos, que residia em uma quitinete nos fundos do estabelecimento, preso logo depois do crime. 

Manoel de Sousa Xavier (Crédito: Rede Meio Norte)
Manoel de Sousa Xavier (Crédito: Rede Meio Norte)

“Ele foi autuado por homicídio qualificado, a qualificadora de motivo torpe. Aliás, motivo fútil e sem chance de defesa. O rapaz [vítima]não teve chance de defesa. Ele estava desarmado, é tanto que nos braços dele tem vários cortes como aquela reação de defesa, mas como ele poderia se defender diante de uma faca daquela monstra? Não tinha como”, explica o delegado

A esposa da vítima, Dona Jesus, ainda não acredita no que aconteceu. “Ainda não caiu a ficha que meu marido morreu. Não caiu. Eu tenho ele como um sonho, digo:’Meu Deus,  o que aconteceu?, diz. "Nosso tesouro foi embora”, clama a viúva. 

Francisco Leandro dos Santos, preso acusado de cometer o crime  (Crédito: Rede Meio Norte)
Francisco Leandro dos Santos, preso acusado de cometer o crime (Crédito: Rede Meio Norte)

O acusado morava no local há três meses e apresentava comportamento estranho. “Todo mundo que olhava para ele sabia que ele tinha algum problema. Todo mundo estava sobressaltado com ele”, disse uma comerciante. 

Francisco Leandro foi preso ainda durante a tarde no momento em que tentava fugir com R$ 800 em dinheiro. Um comerciante da região o perseguiu e acionou a polícia, que , de imediato, efetuou a prisão. 

O acusado, com passagens pela polícia por violência doméstica e roubo, alegou legitima defesa. Mas essa versão foi desconsiderada pela Polícia Civil. 


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar