Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

João Vicente Claudino deve ser candidato ao governo pelo PTB

Compartilhe

A indefinição sobre o destino político que irá tomar o ex-senador João Vicente Claudino segue sendo o principal assunto no meio político do Piauí. No quadro Jogo do Poder desta quarta-feira (08), os jornalistas comentaram sobre a possibilidade do empresário ser candidato a governador do Estado em 2018. 

A repórter Samantha Cavalca ouviu o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Partido Progressista, que afirmou que a tendência é que JVC, que atualmente está sem partido, retorne para o PTB. Ciro Nogueira destacou que o ex-senador é um “sono antigo” do PP.

“O João Vicente é um sonho antigo do nosso partido, é um grande aliado. O maior aliado da minha vida pública no estado foi o senador João Vicente e vai ser sempre, é uma figura que eu gostaria muito de ter no partido. Agora, não vou negar que ele tem uma relação antiga, já foi presidente do partido, que é o PTB e pelo que senti, se o João Vicente vier a se filiar novamente a um partido político, será o PTB. Infelizmente não é o PP”, afirmou. 

Jogo do Poder (Crédito: Reprodução)
Jogo do Poder (Crédito: Reprodução)

Segundo apurou o jornalista Arimateia Carvalho, João Vicente Claudino já tem data marcada para retorna para o PTB. Será no dia 7 de dezembro, em um grande evento que será realizado em Teresina com a presença do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e da cúpula nacional do partido. No mesmo dia, outros empresários piauienses devem se filiar ao partido. De acordo com o jornalista, o ex-senador será candidato ao Governo do Estado pelo PTB em 2018. 

Empréstimo

O senador Ciro Nogueira ainda falou sobre o empréstimo feito pelo Piauí junto à Caixa Econômica Federal que foi travado pela Secretaria do Tesouro Nacional. O Governo do Estado, inclusive, já informou que irá acionar o Supremo Tribunal Federal para tentar liberar a operação de crédito

“É uma luta nós buscarmos estes recursos para investimentos, para que a gente possa cumprir as nossas obrigações. Nós estamos trabalhando, já conseguimos um grande empréstimo de R$ 600 milhões e estamos trabalhando por um de R$ 300 milhões  e espero dentro de pouco tempo conseguir isso para o nosso Piauí”, disse o senador à jornalista Samantha Cavalca. 

O senador piauiense já conversou, nesta quarta-feira, com o presidente Michel Temer, na tentativa de destravar os recursos.