Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Justiça com as próprias mãos: três pessoas são mortas em apenas um mês em Teresina

Compartilhe

Definido juridicamente como Exercício Arbitrário das suas próprias razões, a justiça com as próprias mãos tem ceifado vítimas em Teresina. Assaltantes, estupradores e até inocentes formam mortos recentemente após sofrer linchamento por grupos de populares.

Essa prática é crime e os autores podem ser penalizados com reclusão, afinal, a obrigação da população ao se deparar com situação delituosa é acionar a polícia e autoridades responsáveis.

Em apenas um mês, três homens foram mortos em Teresina. Os acusados são familiares ou até mesmo a vítima que sofreu violência.

No dia 27 de novembro foi executado Felipe Mendes Siqueira, no bairro São Pedro, zona sul de Teresina. Ele teria assaltado um taxista e foi morto a facadas e pauladas pelos companheiros de categoria da vítima.

Na última quinta-feira, um vídeo divulgado chocou a população de Teresina, Franklin Oliveira, de 30 anos de idade, foi espancado até a morte, acusado de tentar estuprar uma jovem de 15 anos. O acusado é o padastro da adolescente, que foi preso em flagrante após matar Franklin, que segundo familiares e amigo, sofria de problemas mentais, mas não era violento nem teria intenção de agredir alguém. O agressor pode ficar preso por até 20 anos, após julgamento.

Neste domingo (14), um suposto assaltante foi linchado no residencial Betinho, na zona sul de Teresina. Ele foi perseguido desde o Parque Vitória, conseguiu entrar em uma casa, pegar uma tesoura e fazer a moradora refém. Populares garantem que Gilvan Lins estava sob o efeito de drogas e foi espancado em outro local. No entanto, a família lutou para tomar a tesoura da mão do homem.

“Ele vinha invadindo várias casas e agiu com muita violência, nos ameaçou com a tesoura. Até o momento que meu pai conseguiu pegar a tesoura, ele estava muito ferido, já chegou na nossa casa espancado”, declarou a vítima que prefere não ser identificada.






Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar