Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Liberação de empréstimo teria sido acordo entre Wellington e Ciro

Compartilhe

O presidente Michel Temer recebeu na noite desta segunda-feira(03), vinte e dois deputados no corpo a corpo em uma reunião que durou 13 horas. A mesma coisa irá acontecer também nesta terça, informou a correspondente da Rede Meio Norte em Brasília, Samantha Cavalca no Jornal Agora. Segundo ela, o deputado piauiense Átila Lira irá comandar uma reunião com a bancada piauiense e logo em seguida vai seguir para um encontro com o presidente Temer. 


Sobre a informação que circulou nas redes sociais de que a ex-presidente Dilma iria se candidatar a senadora pelo Piauí, a mesma falou que não irá se pronunciar sobre esse assunto agora. Além do Piauí, Tocantins seria outra opção. Dilma foi muito bem votada no Piauí, estabelecendo um recorde eleitoral. Outro assunto repercutido pela repórter, foi de um suposto acordo entre Wellington Dias e Ciro Nogueira relatado por fontes ligadas ao senador.

Segundo informou Samantha, o acordo consistia na liberação do empréstimo ao Piauí e em troca Wellington não tiraria os suplentes para a votação da denúncia contra Temer na Câmara. Mas, uma pressão por parte do Partido dos Trabalhadores, estaria cobrando de Wellington Dias, a volta dos deputados titulares para suas vagas.  

Em Teresina, a jornalista Jôve Oliveira disse no Quadro Jogo do Poder,  que o vereador Dudu do PT teria entrado com um requerimento pedindo a suspensão da cobrança da taxa de lixo imposta pela Prefeitura. Após confusão e bate-boca, o requerimento do vereador foi rejeitado. "Eu entendo que a cobrança dessa taxa agora é nociva, principalmente sem uma discussão. Tirar recursos das mãos da população em um momento desse e transformar isso em imposto, é uma maldade. É deixar a economia mais fragilizada", frisou Dudu. Também votaram contra a taxa, os vereadores Deolindo, Caio Bucar e Cida Santiago. Os demais votaram a favor. 

 class=