Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

"Ou morre um ou morre outro", diz líder de gangue preso na capital

Compartilhe

A Polícia Civil, através do 8 º e 7º Distrito Policial, cumpriu mandados de prisão e buscas na zona Norte e Sudeste de Teresina e ao todo quatro pessoas foram presas. No Dirceu foram presos Felipe Gabriel Santos Rêgo, de apenas 18 anos, e Lucas Matheus Alves da Silva, de 19 anos, acusados de tentar assassinar um parente de um rival tendo como motivação rixa entre gangues da região do Grande Dirceu.

A delegada Alexandra Silva, do 8° Distrito Policial, falou sobre o caso. "Rixa com esse desafeto deles que está preso aqui no sistema prisional pela prática de homicídio de um parceiro deles e a partir disso desencadeou. No dia dessa tentativa de homicídio, eles entraram e saíram disparando tiros. Eles só não conseguiram matar essa vítima porque ela saiu fugindo, pulou o muro e arma também falhou em alguns momentos, porque foram várias tentativas", afirmou.

 Felipe Gabriel Santos Rêgo e Lucas Matheus Alves da Silva (Crédito: Rede Meio Norte)
Felipe Gabriel Santos Rêgo e Lucas Matheus Alves da Silva (Crédito: Rede Meio Norte)

As ameaças foram feitas também através das redes sociais. Os dois acusados enviaram fotos para a vítima. Em um dos registros, eles aparecem segurando armas de fogo e celulares. "Aqueles produtos ali, celulares, eram fruto de roubos. Eles faziam isso para adquirir dinheiro e armas e assim 'eliminar' os inimigos", acrescentou a delegada. 

Os criminosos, riram no momento da prisão e fizeram um alerta para os rivais. “Só tenho a falar para os meus desafetos que um dia eu vou sair. Se eles querem matar a gente, nós vamos ter que matar primeiro”, afirmou um deles. 

Felipe Gabriel, durante entrevista para a repórter Liana Paiva, do Agora da Rede Meio Norte, disse não ter medo de nada. "Rapaz...Medo não tenho medo de ser humano que rasteje ou voe... Só dos castigos de Deus", disse. "Ou morre um ou morre outro, ou ele ou eu", revelou. 

"Não é da conta de ninguém e até quando eu peguei um tiro, eu comecei a me revoltar", disse Lucas Matheus". "Se quiser me matar, me mata na rua", continuou. 

Lucas e Gabriel construíram uma relação de 'amizade' no mundo do crime e se dizem 'irmãos'. Os dois possuem histórico criminal desde quando eram menores de idade. “Porte ilegal de arma de fogo, tráfico e assalto”, disse Felipe, ao confessar que faz uso de diversas drogas.

De acordo com informações do delegado Lucy Keiko, a ação foi um pedido do secretário de segurança. “O secretário nos pediu para intensificar essas diligências no sentido de prevenir roubos, homicídios e outros crimes. E isso ocorre diariamente com as gangues, esses dois indivíduos juntamente com outros compõem a gangue do D2 e vivem se degladiando, uns tentando matar os outros e cometendo assaltos na região. Se exibiam com arma de fogo nos perfis do Facebook, comemoravam os assaltos e estavam agora na iminência de cometer homicídios uns contra os outro. O delegado conseguiu identificar a qualificação desses dois indivíduos representou pela preventiva e conseguimos dar cumprimentou hoje mas a investigação só inicia, existem outros indivíduos que compõem a gangue do D2 e  de outras gangues que estão em rivalidade com eles, a gente vai justamente evitar representando pela prisão de todos”, declarou. 

 class=


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar