Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Prédio de distribuidora atingida por incêndio pode desabar

Compartilhe

O comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Carlos Frederico, durante entrevista no Agora da Rede Meio Norte, afirmou que a distribuidora de material de limpeza e beleza, que pegou fogo no domingo (22) no bairro Cidade Nova, zona Sul de Teresina, está com alvará em dias. O prédio da empresa está com a estrutura comprometida e há risco real de desabamento, segundo o coronel.

De acordo com o coronel, somente a perícia irá apontar as causas do incêndio. “Infelizmente, eu não posso me reportar sobre o caso em virtude de um documento oficial, e seria muito receoso da nossa parte apontar essa causa”, resumiu.

Coronel Carlos Frederico (Crédito: Rede Meio Norte)
Coronel Carlos Frederico (Crédito: Rede Meio Norte)

A Defesa Civil já foi notificada sobre a estrutura do prédio que está bastante danificada. “Nós temos uma estrutura que está muito comprometida. Nós hoje pela manhã comunicados a Defesa Civil e solicitamos a presença para análise do prédio”, informou.

Uma criança de 13 anos se machucou ao pular do primeiro andar de um dos prédios no momento da correria.“Houve alguns danos, mas o dano maior foi o psicológico. Teve até uma criança de 13 anos que pulou do primeiro andar na hora do incêndio e acabou torcendo o tornozelo", disse o sindicado, em entrevista à Rede Meio Norte. 

“Lamentamos evidentemente o ocorrido”, comentou o comandante. 

Prédio de distribuidora atingida por incêndio pode desabar (Crédito: Rede Meio Norte)
Prédio de distribuidora atingida por incêndio pode desabar (Crédito: Rede Meio Norte)

Questionado sobre o fato de que a empresa distribuía produtos inflamáveis, produtos de limpeza e perfumaria, o comandante afirmou: “O grande problema do incêndio, foi a maneira como ele se apresentou como incidente, exatamente pela carga de incêndio presente no ambiente. Foi relatado e presenciado várias explosões que é comum no tipo de material nessa distribuidora, o que tornou o trabalho do Corpo de Bombeiros um pouco mais difícil foi na sua execução. Ressalto aqui a atitude brava de homens e mulheres que compõem nossa corporação". 

O apresentador Amadeu Campos questionou se a distribuidora possui documentação em dias. “Sim, a empresa possuí o atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros, e como consequência, ela obedeceu a todos os quesitos que dizem respeito à contenção e à prevenção de combate a incêndio”, disse.

A empresa funciona entre dois condomínios residenciais, fato que foi bastante questionado. Cerca de 80 apartamentos, onde residem diversas famílias, foram evacuados.

Incêndio destrói distribuidora (Crédito: Ana Cláudia Santos)
Incêndio destrói distribuidora (Crédito: Ana Cláudia Santos)

“Isso é uma questão de urbanização. O Corpo de Bombeiros, em suas atribuições legais, ele não trata sobre esse tema. A nossa expertise é voltada para questão de equipamentos, de proteção e contenção. Agora, vale lembrar que esses equipamentos de contenção de incêndio que se apresentam em determinadas empresas, a depender da circunstancia e do tipo de incidente, eles vão permitir apenas o primeiro combate e ontem nós tivemos situações de explosões que comprometem todo e qualquer sistema”, explicou.

Conforme Carlos Frederico, os laudos da empresa com autorização para armazenar produtos altamente tóxicos estão em dias. “Sim, a equipe do Corpo de Bombeiros me informou que eles estavam regularizados no que diz respeito a sua regularidade, e isso dentro da competência do Corpo de Bombeiros”, disse.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar