Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Saiba o que não funciona durante a greve geral em Teresina

Compartilhe

Cartazes afixados nos pontos de ônibus de Teresina anunciam a greve geral que irá acontecer nesta sexta-feira (28). Os manifestantes devem se reunir na Praça Rio Branco, às 8 da manhã, para protestarem contra a Reforma de Previdência e a Reforma Trabalhista, que tramitam no Congresso Federal. 

Motoristas de ônibus, bancários e comerciários já anunciaram adesão ao movimento. Com isso, alguns serviços devem ficar comprometidos. Setores como a Polícia Civil e professores também já anunciaram que irão paralisar as atividades nesta sexta. 

"Nós vamos atender apenas os casos de crime contra a vida, homicídio, latrocínio, estupro, idoso e adolescente vítimas. O restante, as investigações e boletins de ocorrência nós não iremos atender”, afirmou o presidente do sindicato dos policiais civis, Constantino Júnior.

sindicato dos policiais civis, Constantino Júnior (Crédito: Reprodução)
Presidente do Sindicato dos policiais civis, Constantino Júnior (Crédito: Reprodução)

Na Universidade Federal do Piauí não haverá aula e o Shopping Rio Poty também não abre as portas nesta sexta-feira. Em Timon, o prefeito Luciano Leitoa decretou ponto facultativo para os servidores da Prefeitura. Nas repartições públicas do Piauí, a orientação é que haverá expediente, embora o governador Wellington Dias tenha declarado apoio ao movimento. 

De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Francisco da Chagas, as pessoas devem evitar sair de casa nesta sexta-feira, tendo em vista que somente 30% da frota do transporte público de Teresina irá funcionar. 

Cartaz que anuncia a greve geral em Teresina (Crédito: Reprodução)
Cartaz que anuncia a greve geral em Teresina (Crédito: Reprodução)

"Nós rodoviários vamos nos inserir no movimento, é uma greve que está sendo puxada pelas Centrais Sindicais e nós, como filiados à CUT, estamos inseridos porque essas reformas que estão aí, se vierem a se concretizar vão afetar diretamente os trabalhadores rodoviários do Piauí. A partir de 0h do dia 28 estaremos juntos na mobilização e queremos orientar todos os usuários do Transporte Urbano de Teresina que fiquem em suas casas para evitar transtornos. Nós vamos orientar que rode os 30% da frota, só que em um movimento desses nós não sabemos se vai rodar os 30% ou vai parar todo mundo”, explicou. 

Segundo o representante de uma das entidades que organizam os protestos, professor Elton Arruda, a greve geral será um ato cívico contra as medidas do Governo Federal.

"Nós temos observado no estado todo uma grande adesão, para além de Teresina, inclusive. Essa movimentação forte dos rodoviários é exemplo que os trabalhadores estão envolvidos. Este é um ato cívico, cidadão, em formato de greve em que todos nós dizemos não a reforma trabalhista e a reforma da previdência, que estão andando em uma velocidade inédita para os padrões do Congresso Nacional”, afirmou.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar