Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Sem acordo com patrões, comerciários podem entrar em greve

Compartilhe

Nesta sexta-feira (24), os comerciários de Teresina realizaram o protesto pelas ruas do centro de Teresina. Os profissionais reivindicam um reajuste de 20% no piso da categoria.

Após as primeiras negociações os comerciários decidiram aceitar um reajuste de 10%, mas os patrões acenam com um reajuste de 8%. Hoje à noite, em assembleia, a categoria vai decidir sobre o indicativo de greve, que pode ter início na semana que vem, caso as negociações não avancem. 

“A gente aceita um reajuste de 10%, mas o setor patronal quer dar um reajuste para nós menor que a inflação e Constituição Federal nos garante as perdas salariais”, disse o diretor do Sindicato dos Comerciários, Sérgio Brito. 

De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Lojistas, Tertulino Passos, no momento é difícil atender as reivindicações dos comerciários. 

“Não adianta você fazer um reajuste daquilo que você não consegue fazer o pagamento. Se dermos um reajuste maior, vai aumentar, ainda mais, as demissões e isso não é interessante nem para o lojista, nem para o empregado”, afirmou. 


Comerciários protestaram nas ruas do centro de Teresina (Crédito: Reprodução)
Comerciários protestaram nas ruas do centro de Teresina (Crédito: Reprodução)



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar