Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Tenente é dono da arma que disparou contra travesti evita imprensa

Compartilhe

O caso da travesti Pâmela Leão gerou revolta à população de Teresina. Ela foi atingida com tiro acidental no Corso de Teresina. A vítima foi atingida na cabeça e permanece internada no Hospital de Urgências de Teresina, com sinais de boa recuperação.

Segundo informações preliminares, apontaram que o disparo aconteceu no momento em que a música hit do verão denominada ‘Metralhadora’ estaria tocando e que a responsável pelo disparo era Karol, uma jovem de 17 anos, que também é travesti e amiga de Pâmela.

Após investigações, a polícia aponta que a arma usada na ‘brincadeira’ que resultou no disparo contra Pâmela partiu da arma de um tenente da Polícia Militar do Piauí.

A arma calibre ponto 40 é de uso exclusivo da polícia. O suspeito de ser o proprietário foi esperado no 12º Distrito Policial, na zona leste de Teresina, até as 11h da manhã. 

Seis pessoas já foram ouvidas durante as investigações do caso. Segundo o Delegado que preside o inquérito policial, Ademar Cancerava, novas intimações serão feitas. “Sabemos que a vítima foi atingida por uma bala de arma ponto 40 e esperamos que esse policial apareça para ser ouvido. Outras duas pessoas serão ouvidas amanhã e com certeza vamos resolver esse caso”, disse o Delegado. 

Pâmela Leão (Crédito: Divulgação)
Pâmela Leão (Crédito: Divulgação)



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar