Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Teresina é a quinta capital com o trânsito mais violento do Brasil

Compartilhe

Dados do Ministério da Saúde apontam que Teresina é a quinta capital do Brasil com o trânsito mais violento do Brasil. Em Teresina a cada grupo de 100 mil habitantes morrem, em média, 14 motociclistas por ano. Nesse aspecto, o Piauí tem a segunda maior taxa de morte no país, perdendo apenas para Rondônia. 

Quase 60% dos casos atendidos no Hospital de Urgências de Teresina envolvem pacientes que sofreram acidentes com motocicletas. A média de traumatismos cranianos causados por acidentes com motociclistas no Piauí chega a ser quatro vezes maior que a média mundial.

"Mundialmente,  11% dos traumatismos cranianos são causados por motos. A média do Brasil é 18% e no Piauí nós estamos com uma média de 45%”, afirmou o diretor do Hospital de Urgências de Teresina, afirmou o diretor do HUT, Gilberto Albuquerque. 

Motociclistas são as maiores vítimas  (Crédito: Reprodução)
Motociclistas são as maiores vítimas (Crédito: Reprodução)

Durante feriados prolongados, a Companhia de Policiamento de Trânsito de Teresina redobra seus esforços para evitar acidentes na capital, tendo em vista que nestes períodos há um  há um crescimento médio de 30% nos acidentes envolvendo motocicletas. 

"Nesse período de feriado se percebe um considerável aumento nas ocorrências envolvendo motocicletas. O trânsito nesse período fica tranquilo e o condutor tem a falsa percepção de que pode conduzir o veículo de qualquer forma", afirmou a capitã Eliane Sousa, do Ciptran. 


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar