Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

W. Dias afirma que sentença de desembargadores foi "abusiva"

Compartilhe

Nesta sexta-feira (26), a condenação do ex-presidente Lula pelos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no processo do triplex do Guarujá, na última quarta-feira (24), ainda foi destaque do quadro Jogo do Poder. 

Ouvido pelo repórter Efrém Ribeiro, o governador Wellington Dias classificou como abusiva a sentença dos desembargadores aos ex-presidente, no que ele classificou como “uso do Judiciário para resolver a política”.

“Nós tivemos 10 horas de apresentação de votos transmitidos para o Brasil inteiro e, se você examinar, se fala, na maior parte do tempo, de coisas que nada têm a ver com o processo, que diz respeito a uma situação de um apartamento, que está comprovado que pertence a uma construtora. Ou seja, não é crime, não há qualquer prova, portanto, significa até um abuso a pena ser aumentada como foi. Acredito que as instâncias superiores certamente terão a oportunidade de rever. Significa o uso do Judiciário para resolver a política”, afirmou Wellington Dias

Jogo do Poder (Crédito: Reprodução )
Jogo do Poder (Crédito: Reprodução )

Condenação não altera aliança no Piauí

O presidente estadual dos Progressistas no Piauí, deputado estadual Júlio Arcoverde, afirmou que a condenação do ex-presidente não deve alterar em nada a aliança de seu partido com o PT no âmbito estadual. Segundo o parlamentar, o compromisso dos Progressistas com Wellington Dias segue mantido. 

“A aliança aqui não tem nada a ver com a condenação do ex-presidente Lula, a aliança aqui é forte e parceira do governador Wellington Dias. Aqui no Piauí, nós temos esse compromisso com o governador, para apoiá-lo em sua reeleição e nada muda com essa suposta inelegibilidade do presidente Lula”, destacou. 

Sobre a possibilidade de os Progressistas perderem a vaga de vice-governador na chapa encabeçada pelo petista, Júlio Arcoverde afirmou que o governador ainda não acenou com esta possibilidade para a sigla presidida por Ciro Nogueira. 

“Para nós continua do mesmo jeito que está, a Margarete continua sendo a vice. Nós não fomos informados de nenhuma decisão do governador, sempre deixamos isso na mão do governador. O acordo que ele tem com a gente é que, qualquer mudança, ele vai conversar com a gente e ainda não conversou nem comigo, nem com o senador Ciro Nogueira ou com a própria vice-governadora”, finaliza.



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar