Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Advogado da banda Tom de Alerta explica situação de ônibus que teria sido roubado em SP

Compartilhe

No último final de semana policiais da Força Tática do 5º batalhão apreenderam o ônibus da banda de axé, Tom de Alerta em Teresina após receberem a informação de que o veículo foi tomado de assalto na cidade de Osasco, em São Paulo. Ainda segundo informações, um grupo do PCC foi responsável pelo roubo do mesmo.

O motorista do ônibus foi detido e conduzido até a Central de Flagrantes para prestar esclarecimentos. O advogado da banda, Carlos Júnior, afirmou que o veículo era alugado. “A banda tem uma situação ativa na Receita Federal, tem seus impostos todos em dia, não existe nenhuma condenação criminal nem dos seus componentes, nem da pessoa jurídica, ou seja, é uma banda que nós podemos ter certeza que tem total idoneidade moral. É uma banda que faz shows no Norte, Nordeste e tem que se deslocar sempre com rapidez daí costumeiramente loca uns ônibus aqui de Teresina para fazer os shows intermunicipais”, afirmou.

Image title

Ainda segundo ele a banda já tinha costume de alugar o ônibus fazendo um contrato com um cidadão de nome Renato. “Tudo ocorria tudo bem, inclusive fazia o pagamento, emitia recibo, ou seja, tudo dentro da normalidade. Ocorre que no sábado, inusitadamente, a banda foi tocar e quando chegou lá foram surpreendidos pela polícia dizendo que o ônibus era roubado, daí então a gente apresentou a documentação e foi constatado na delegacia que o ônibus era objeto de furto. Eu como advogado fiquei surpreso porque o documento do ônibus foi emitido pelo Detran então não podíamos duvidar daquele documento. O fato é que a banda Tom de Alerta não se esquiva de prestar esclarecimentos no âmbito nacional, estadual, para a imprensa, para a justiça. É tão tal que no momento da apreensão o produtor da banda junto com o motorista foram conduzidos à delegacia, lá prestaram esclarecimentos, o delegado queria prender o motorista como receptador, mas devido aos depoimentos concluímos que não caberia e o delegado sabiamente arbitrou a fiança e liberou”, disse ele.

“A banda já está tomando as providências investigativas sobre possíveis perseguições juntamente com a Polícia Civil para se por acaso for comprovado que há perseguições nós iremos tomar as medidas judiciais cabíveis”, avisou.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar