Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros
Bom Dia Meio Norte

Em velório, amigos e familiares se despedem do cantor Cizinho

Compartilhe

Na manhã desta terça-feira (24/07), amigos e familiares se despedem do cantor Cizinho, da banda Forró Bandido, no Espaço Estrela, da Pax União, na Avenida Miguel Rosa. O sepultamento está marcado para acontecer às 10h no cemitério Jardim da Ressureição.

Artistas como Lazáro do Piauí, Saulo do Gado e Gonzaga Lú estiveram presentes no velório juntamente com muitos empresários, donos de casas de shows e os deputados Fábio Abreu e Janaína Marques.

“A vaquejada está de luto, perdemos o rei dela, um artista nosso, que não era daqui mas sempre dizia que era do Piauí”, afirmou o produtor da banda acrescentando que o cantor é natural da Paraíba.


O CASO

Morreu na noite de segunda-feira (23/07), no Hospital do Monte Castelo o cantor Cizinho, da Banda Forró Bandido. Natural de Queimadas, na Paraíba, o artista de 45 anos, deu entrada por volta das 16h com insuficiência pulmonar, sentindo fortes dores, vindo a sofrer um infarto fulminante.

O cantor lutava contra a obesidade e era fumante. Ele seria submetido a uma cirurgia de redução de peso nos próximos dias. Cizinho é bastante conhecido na noite teresinense além de ser destaque nas vaquejadas em todo o Nordeste.

“Ele não se queixava de nada, levei ele para o hospital do Monte Castelo, ele desceu do carro normal, foi caminhando, fomos até a recepção e ele entrou, mas veio conversando normalmente. Fomos para o hospital porque nós chegamos de viagem domingo e ele dizia que estava muito cansado com falta de ar, um amigo nosso pegou ele para levar no hospital e ele não quis ir então eu fui pegar ele e deu no que deu. Assim  que eu cheguei com ele ele já foi atendido. Instantes depois soube da notícia do falecimento, os pulmões não estavam aceitando a medicação por conta do cigarro, ele não parava de fumar. É triste porque eu esperava voltar com ele para a gente continuar nos shows, a banda estava com a agenda cheia”, disse um amigo.

O produtor da banda e compadre do cantor afirmou que Cizinho estava fumando bastante. “Ele fez dois shows normal no final de semana, eu estava aconselhando ele no domingo para deixar o cigarro, porque ele estava fumando demais. Hoje à tarde ele me passou a agenda dos próximos shows para ver os hotéis. Depois se sentiu mal, o Joaquim me ligou, ele veio para o hospital andando normal, fez a ficha, assinou, conversou, quando chamaram ele que ele deitou na maca, o estado dele já estava grave. É uma grande perca, ele sempre dizia: Jesus me mandou ao mundo para ser o pastor do gado”, lembrou.




Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar