Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

"Era um fato anunciado", diz presidente da OAB sobre morte de menor dentro do CEM

Compartilhe

Na manhã desta segunda-feira (20), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI) visitará o Centro Educacional Masculino (CEM) para fazer uma vistoria e analisar as funções internas dentro do local. O presidente da OAB-PI, William Guimarães, afirmou que todos devem ser responsabilizados.

“A vistoria será realizada pela própria Ordem através de suas várias comissões, comissão de segurança pública, comissão dos direitos humanos e a comissão dos direitos dos menores e adolescentes. Portanto é um trabalho integrado, nós vamos fazer uma vistoria e temos um fato que muito tem nos preocupado que é a informação recente de que o estado do Piauí possui recursos previstos junto a União, os valores não foram gastos e existe a possibilidade real do Estado perder esses valores, no total de R$ 5,5 milhões de reais. Valores que eram destinados a construção de um novo CEM, todos sabemos que aquela obra é uma obra adaptada que não atende a todos os requisitos legais e tem ao longo de vários anos trazendo problema, então vamos solicitar ações oficiais ao governo para garantir que não percamos esses valores”, afirmou.

“Além disso existe uma preocupação com a situação que nós vivenciamos. Os menores e adolescentes enquanto estavam no Centro Provisório, que é um prédio novo, construído recentemente estavam separados, então porque se levou para o CEM e lá juntou? Se não havia vaga, não havia porque transferir para aquele local todos eles, é  necessário um trabalho para que esse tipo de fato não volte a ocorrer, é importante que se cobre a responsabilização dos menores mas que se cobre a responsabilização dos gestores estaduais que permitiram aquele acontecimento.  Até porque aquele era um acontecimento anunciado, os menores diziam publicamente que fariam isso, a OAB tem acompanhado o crime de Castelo de perto e todos nos sabíamos desse fato, nós não sabíamos que eles iriam ficar todos no mesmo local no CEM porque no Centro de Internação Orovisória eles estavam separados”, disse o presidente.

Image title



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar