Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Ex-presidiário é morto a tiros e facadas na zona Sul de Teresina

Compartilhe

Na noite desta terça-feira (27/01), por volta das 21h, o desempregado e ex-presidiário identificado como Tadeu de Sousa Carvalho, de 31 anos foi assassinado com cinco tiros e 17 facadas no residencial Torquato Neto, região do bairro Porto Alegre, na zona Sul de Teresina.

De acordo com a polícia militar que se deslocou até o local para fazer o isolamento da área, o homem foi morto com requintes de crueldade, visto que, tinha muitas perfurações de tiros e arma branca.

“A informação que nós temos é que ele morava com a mãe e o padrasto e foi alvejado por arma de fogo e algumas perfurações de arma branca próximo ao seu bloco do seu condomínio, se tornando mais uma vítima da zona Sul de Teresina. De acordo com o padrasto dele, ele é ex-presidiário, e já cumpriu pena na penitenciária de Esperantina, e uma parte da pena na Casa de Custódia aqui em Teresina. Como esse residencial é novo, com certeza ele chegou a pouco tempo no local, agora vamos dar início as investigações”, afirmou o capitão Fábio do 6° batalhão.

De acordo com a mãe da vítima, Maria do Socorro Sousa Carvalho, os assassinos do seu filho eram três homens que entraram no condomínio a pé e encapuzados.

Os profissionais do Instituto Médico Legal e peritos do Instituto de Criminalística se deslocaram até o local para dar início aos devidos procedimentos. O coordenador da delegacia de homicídios, delegado Francisco Baretta, afirmou que a vítima respondia por dois homicídios.

“Esse crime aconteceu durante a noite, um homem identificado por Tadeu que respondeu por dois crimes de homicídios, roubos e furtos foi morto na casa da mãe no Porto Alegre. A delegacia de homicídios compareceu ao local, fez os levantamentos preliminares com testemunhas e vamos distribuir para equipes para fazer as investigações. Quero deixar bem claro que a polícia civil tem dado as respostas para a sociedade piauiense”, disse.




Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar