Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Polícia desbarata quadrilha especializada em adulterar e distribuir combustível ilegal

Compartilhe

A polícia desbaratou uma quadrilha que adulterava e distribuía combustível ilegal em todo o Piauí em uma distribuidora que funcionava por trás da avenida dos Ipês e ao lado de uma faculdade.

Segundo informações dos policiais, a guarnição já vinha monitorando a ação do grupo há algum tempo e neste sábado (08) invadiu o local prendendo oito pessoas. De acordo com o policial, a venda principal dos bandidos era em Teresina.

“Nós estávamos a um mês fazendo a filmagem desses caminhões sendo adulterados, próximo do local tem uma faculdade, então se isso explodisse poderia matar vários alunos porque fica ao ar livre. Eles misturam o produto com água e vendem a R$1,40 a R$ 2,00 para os donos de postos”, afirmou.

No momento em que o caminhão sai do terminal de petróleo, antes de ir para os postos de gasolina os motoristas passavam na distribuidora para fazer o trabalho de adulteração do produto. De acordo com o delegado geral da polícia civil, James Guerra, o proprietário do depósito possui dois postos de combustíveis no interior.

“No sábado nós prendemos o proprietário do depósito e descobrimos que além de ter esse depósito ele possui dois postos de gasolina no interior do Estado. Então imaginamos que esses postos também vendam esse combustível adulterado, sabemos também que a venda principal deles era para postos aqui em Teresina”, declarou.

James Guerra afirmou ainda que a polícia ainda vai continuar as investigações do caso, e confirmou que oito pessoas foram presas. “Nós temos tanques lá de mais de 100 mil litros de combustível isso tudo apreendido no dia de sábado. Tem muito carro particular, caminhões que faziam esse transporte ilegal e como não concluímos ainda esse trabalho de perícia ainda não sabemos as proporções, mas pelo grande movimento tinha uma quantidade absurda de combustível que era adulterado naquele posto clandestino. Eles faziam com que o combustível original que era retirado do terminal de petróleo, fosse dividido em tanques para se aumentar o volume com outros produtos como água e solvente, eles chegavam a transformar um litro em dois só adicionando água. Com isso eles conseguiam baixar o preço de venda do e se utilizava de determinados empresários de postos para comprar mais barato, fazendo assim a venda para o consumidor final um combustível que é adulterado que trás prejuízo para o carro e despesa para a pessoa”, disse.






Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar