A pré-candidata a deputada federal Viviane Moura, concedeu entrevista ao Bom Dia Meio Norte nesta sexta-feira (5), para relatar que passará por uma cirurgia após ser diagnosticada com endometriose. A ex-superintendente da Suparc (Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí), não especificou a data, mas disse que o procedimento já acontece na próxima semana e afirmou que não vai se afastar completamente da campanha já que, após a cirurgia, vai interagir de forma virtual com a população.

Viviane Moura, pré-candidata a deputada federal pelo PiauíViviane Moura, pré-candidata a deputada federal pelo Piauí

Viviane Moura revelou que está há 40 dias em fazendo pré-campanha com sangramento e fortes dores e que por isso vai se submeter a cirurgia.

“Eu poderia fazer o que a grande maioria faz, que é passar um boletim para imprensa e explicar de forma superficial que eu vou ter que me submeter a uma cirurgia, mas eu escolhi, a partir do momento que decidi entrar nessa jornada política, que ia trabalhar com transparência e sempre com um processo de construção de uma relação muito próxima com meu povo, até pela própria importância da discussão dessa doença, das causas e dos efeitos, decidi fazer com que esse momento meu que é muito particular, que é muito dolorido, por conta da própria doença, mas também por cauda desse momento que estou em pré-campanha, decidi que ia fazer disso mais uma bandeira com relação a bandeira feminina. Eu já venho trabalhando o empreendedorismo feminino e eu senti que nesses últimos 40 dias o que é trabalhar um projeto político e dedicação exclusiva estando doente, não é fácil”, disse.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 180 milhões de mulheres enfrentam a endometriose, sendo 7 milhões apenas no Brasil. A doença ocorre quando o endométrio — tecido que reveste a parede interna do útero e descama durante a menstruação — é levado para outros órgãos do corpo.

Viviane Moura se afasta de campanha e vai passar por cirurgiaViviane Moura se afasta de campanha e vai passar por cirurgia

“Eu escolhi um caminho de trabalhar esse período de pré-campanha de trabalhar bem próximo do povo e formei um time de mulheres e homens que são fortes como eu, são corajosos, que tem muita vontade de fazer esse projeto dá certo e esse povo vai está na rua me representando, trabalhando e eu virtualmente vou está presente na vida do meu povo, falando sobre esse assunto, inclusive, falando como foi o pós-operatório, a recuperação, então não vou me afastar completamente”, acrescentou.

A endometriose pode ser extremamente incapacitante, causa cólicas menstruais severas, dores abdominais fora do período menstrual, dores nas relações sexuais e sintomas intestinais e urinários. Além disso, também pode destruir o sonho de milhões de mulheres de se tornarem mães.