Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Quadrilha faz família de refém em Timon e rouba R$ 100 mil reais em mercadoria

Compartilhe

Na noite desta quarta-feira (15/04), policiais militares do 1º batalhão prenderam dois homens acusados de fazerem uma família de refém em um estabelecimento comercial na cidade de Timon. De acordo com informações da polícia, os acusados foram bastante agressivos e ameaçaram atirar na cabeça de uma criança de 8 anos.

Segundo o tenente Luz, após o assalto que durou mais de uma hora, a quadrilha alugou uma casa na zona Norte para guardar a mercadoria roubada que foi avaliada em R$ 100 mil reais. “Eles alugaram a casa por R$ 350 reais e disseram para o dono que os pneus eram para montar um negócio”, disse.

Um dos acusados, identificado como Francisco das Chagas, de 33 anos, afirmou que eles renderam um motorista para a prática do assalto. “Nós rendemos ele, e mandamos ele ficar calado que ele ia ganhar uma parte do roubo, ele não chegou a presenciar o assalto. Mas a gente não foi agressivo, só amarramos a família, ninguém fez nada com criança nenhuma, eu roubei porque queria ajudar minha mãe que é viciada em crack”, declarou.

“Isso é a versão dele mas os modos operantes no qual ele utilizou nós ficamos sabendo que eles tocaram o terror na loja do rapaz, passaram uma hora, até uma criança esteve sob a mira da arma do indivíduo e mais dois, então nos chegou a informação de que eles haviam alugado a casa e deixado muitos pneus novos. Mediante essa informação nós começamos a fazer o monitoramento e ao nos aproximarmos da residência, dois deles saíram em uma moto e deixaram a casa aberta, como já tinhamos conhecimento de que possivelmente o material da loja estaria guardado nós fizemos uma vistoria, houve uma reação por parte dele tentando se evadir mas não houve êxito e caiu. No entanto o parceiro dele saiu. o cidadão ja reconheceu toda a mercadoria e depois será recambiando para o estado do Maranhão, que é a cidade de Timon onde ele cometeu o crime”, declarou o tenente Luz.

O empresário, vítima do arrastão, afirmou que passou por momentos de terror. “Eles adentraram no meu estabelecimento com arma em punho me levaram até o banheiro, amarraram minha esposa, eu e dois funcionários e minha filha de 10 anos ficou no canto chorando. Ficaram lá dentro praticamente uma hora, toda hora ameaçando a gente, nós ficamos em estado de choque, eles agem de forma irresponsável, não tem o menor respeito pelo ser humano. Quando foi hoje recebei a figura do tenente Luz que estava saindo do serviço me ajudou e consegui tudo de volta”, disse.






Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar