Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Suspeito de decapitar jovem e jogar em rio é preso durante velório

Compartilhe

Na tarde do último dia 13 de janeiro, o Corpo de Bombeiros resgatou o corpo de um adolescente identificado como Italo Gonçalves, de 17 anos, decapitado nas águas do rio Poti, na zona Norte de Teresina. O adolescente residia na região do bairro Monte Verde e estava sem aparecer desde o dia anterior.

Já nesta terça-feira (23/01), a Delegacia de Homicídios realizou a prisão de Alexandre Oliveira da Silva, mais conhecido como ‘Piaba’, acusado de ser um dos envolvidos no assassinato brutal do adolescente.

De acordo com o delegado Baretta, cada um dos envolvidos no crime serão presos. “Na realidade o Alexandre foi preso ontem dado um mandado de prisão de um crime que aconteceu no ano passado, no dia 1º de julho, onde ele matou de forma sorrateira juntamente com dois indivíduos um desafeto dele. Evidentemente que alguns crimes tem acontecido na região da Santa Maria da Codipi depois disso e a  equipe do delegado Robert Lavor está fazendo o levantamento, um trabalho investigativo muito profundo e eu posso garantir que cada um desses indivíduos serão presos nas próximas horas ou dias, eu posso até não mostrar a cabeça do rapaz, agora os criminosos serão apresentados e entregues a Justiça”, declarou.

Ainda segundo ele, o criminoso foi preso no velório do irmão. “Ele foi preso ontem no velório do irmão dele, equipes da Delegacia de Homicídios fizeram a abordagem muito bem feita, tirar um criminoso no meio de um velório no meio de outras pessoas é difícil, foi feita a bordagem e ele foi preso. Ele é investigado como os indivíduos que andam com ele em alguns fatos, estamos tomando todas as providências no sentido de que esses indivíduos sejam presos. Submetido a interrogatório ele vem na invasiva, mas nós temos provas, mesmo que ele fique em silêncio”, disse o delegado.

 class=