Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Coisa de Bicho

Qual é a espécie mais promíscua da natureza?

Compartilhe

Quando o assunto é sexo no mundo animal, é comum pensar que os machos são mais "promíscuos" que as fêmeas.De fato, os machos costumam procurar o maior número de fêmeas possível para tentar aumentar suas chances de inseminar com sucesso.

Já as fêmeas são naturalmente seletivas, porque elas precisam investir muita energia no processo de dar à luz. Também as fêmeas não aumentam suas chances de reprodução só por ter vários parceiros sexuais. Estes conceitos são estabelecidos no mundo da biologia evolutiva. 

Bonobos:  o único preconceito dessa espécie de macaco, que não por acaso está no topo da lista, é com parceiros sexuais fixos. De resto, topam tudo: um, dois, três ou mais parceiros, tanto  homo como heterossexuais.

Rato-marsupial-australiano: as fêmeas dessa espécie poligâmica de roedor copulam com vários machos na época do acasalamento.

Golfinhos: copulam várias vezes por dia.

Abelhas: durante um vôo de acasalamento, a abelha rainha pode copular com até 40 zangões. Quanto maior seu número de parceiros.

Coelhos: não é à toa que são famosos por terem muitos filhotes. As fêmeas em fase de reprodução acasalam com vários machos diferentes e como a gestação só dura 30 dias, o ritual se repete muitas vezes.

Fonte: Revista Época


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar