Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Coiza Nossa

Defeso do Caranguejo-Uçá

Compartilhe

O Uçá, caranguejo-uçá, caranguejo-verdadeiro ou uçaúna é um caranguejo de grandes dimensões e é pertencente da família dos ocipodídeos, seu nome popular Uçá tem origem no Tupi. A carne do caranguejo-uçá é muito apreciada na culinária e sua carapaça também é utilizada no artesanato, em cosméticos e na alimentação animal.


A primeira documentação destes animais no Brasil é bastante antiga, data do início do século XIV, registrado por exploradores portugueses e jesuítas, como Jean de Léry (1578). As primeiras referências oficiais foram feitas por Gabriel Soares de Souza no seu "Tratado descritivo do Brasil", em 1587, e posteriormente por Jorge de Marcgrave em 1648, na sua Historia Naturalis Brasiliae, onde é descrito com a designação guarani de uça-una.

Caranguejo-Uçá (Crédito: Divulgação)
Caranguejo-Uçá (Crédito: Divulgação)


O ciclo de vida destes crustáceos é muito semelhante ao de outros crustáceos semi-terrestres estuarinos. Durante a estação reprodutiva, estes caranguejos lançam milhares de larvas na água durante a maré cheia da lua nova. Estas são levadas pela correnteza até próximo do mar, onde permanecem por várias semanas até retornarem para o estuário. A reprodução tem caráter sazonal, seguindo um ritmo estritamente lunar. Durante o período reprodutivo, nas épocas de marés mais baixas, os animais saem de suas tocas procurando parceiros, um fenômeno denominado de “andada” ou “carnaval” pelas comunidades litorâneas. Neste tempo está proibida a captura, comercialização e transporte de caranguejo. Os donos de restaurantes que oferecem caranguejo em seus pratos deve informar ao Ibama a quantidade de crustáceo que tem em estoque, se após o comunicado for detectado que houve um acréscimo no número de caranguejo, o dono do estabelecimento será autuado e responderá por crime ambiental através do Ministério Público. O Ibama faz fiscalização em pontos de venda e nos portos onde desembarcam os catadores de caranguejo.

Os Ministérios do Meio Ambiente (MMA) e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) informou no Diário Oficial da União (DOU), no final de janeiro, a Instrução Normativa Interministerial nº6. Significa que estamos na época do defeso do Caranguejo-uçá ou Ucides cordatus. Ao todo, são três períodos de proibição da cata e comercialização do crustáceo. A partir de sábado,11, até 16 de fevereiro, será realizada a segunda etapa do defeso. Os estados do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, devem obedecer à resolução.

Fique ligado no blog Coizanossa para mais novidades, notícias e curiosidades de tudo que é Autêntico e Regional. Aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook e nos seguir no Instagram. Até o próximo post. Energia positiva para você!



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar