Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jogo do Poder

Firmino Filho diz que liberação de eventos depende do decreto estadual

Compartilhe

Por Francy Teixeira

Em entrevista concedida ao quadro Jogo do Poder nesta sexta-feira,  28 de agosto, o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) indicou que não pode sobrepor o decreto estadual na flexibilização, no que diz respeito ao pleito do setor  de eventos.

“É importante termos clareza, quem tem competência para determinar a abertura é o Governo, o que a Prefeitura pode fazer é ser mais restritiva, em relação ao decreto estamos  obedecendo o decreto estadual, se  tiver que haver alguma flexibilização é no decreto estadual”, disse.

Na ocasião, ele respondeu aos questionamentos dos jornalistas Amadeu Campos, Arimateia Carvalho, Ananias Ribeiro e Sávia Barreto, sinalizando que não pretende criar  uma legislação específica para as convenções partidárias, tendo em vista  que qualquer ação  do tipo  pode ser questionada na  Justiça Eleitoral.

Firmino diz que retomada de eventos depende de decreto estadual

“As convenções é uma questão melindrosa, sabemos que  esses eventos políticos dificilmente  existe a possibilidade de manter esse distanciamento, nossa  recomendação é que essa aglomeração não venham a ocorrer, não queremos ter uma legislação específica para convenções partidárias e reuniões, porque cada regulamentação da Prefeitura poderia ser questionar na Justiça Eleitoral”, apontou.

O líder municipal reforçou a necessidade de manter os protocolos sanitários, haja vista que mesmo com o arrefecimento da doença provocada pelo novo coronavírus, ela não sumiu completamente.

“Todos os indicadores que a gente tem estamos numa situação muito melhor do que estávamos em junho, mas a doença não desapareceu. Essa reabertura tem que ser segura, responsável, para que não se volte ater um pico, até porque é uma doença desconhecida e é preciso ter muita atenção”, disse.

Quanto ao pleito eleitoral de 2020, que tem o primeiro turno marcado para 15 de novembro, o líder municipal sinalizou que existe o diálogo para a indicação do vice, mas ela ficará a cargo dos coligados.

“Existe um diálogo com os Progressistas assim como com os demais aliados, vários nomes vem sendo debatidos, estamos estudando e essa análise depende muito da posição do Progressistas que  é nosso maior aliado, o que  desejamos é que tenhamos um vice que represente bem o Progressistas;  nosso entendimento é que cada coligado faça sua escolha”, afirmou.


Com a oposição articulada e a atração de partidos outrora da base aliada, Firmino Filho vê com naturalidade o movimento, reverberando que toda vez que há um ‘candidato novo’ algumas legendas lidam com a incerteza.

“Isso é absolutamente natural, em 2012 tínhamos o apoio de 3 ou4 partidos, estão quando a gente vai iniciar um processo com  um candidato novo é natural que  haja uma incerteza quanto ao futuro. O Solidariedade há muito tempo já não faz parte da nossa base; apesar determos um relacionamento muito maduro com os dois vereadores que são do partido”, frisou.

Para 2022, o prefeito apontou que será parceiro do Progressistas, liderado por Ciro Nogueira, e o candidato de oposição deverá ser escolhido tomando como instrumento as pesquisas e a configuração da base política.

“Na questão estadual claramente estaremos  juntos, acredito que temos que  utilizar o que melhor temos  no momento; através de pesquisas, e vale muito a configuração da base política”, afirmou.

Empenhado em fortalecer o pré-candidato Kléber  Montezuma, o líder municipal sinalizou que o seu nome tem sido bem recebido pelos aliados da atual gestão do Palácio da Cidade.

“Lá em casa a Lucy tem tomado a frente e  tem sido a maior cabo eleitoral do Kleber.O discurso do Kleber é um discurso contundente, que chama a atenção, e isso foi o que alguns vereadores me disseram. O Kleber já vai chegar na convenção com 15%  intenções  de votos  isso não é pouca coisa”, disse.

De acordo com Firmino, até o momento, a estratégia em torno da pré-candidatura de Kleber Montezuma vem sendo bem sucedida.

“Nossa estratégia tem tido um sucesso, inicialmente  era chegar na convenção com nosso candidato com dois dígitos e isso já aconteceu, e  após as convenções possa chegar isolado em segundo lugar, agora temos que buscar o desempate, e acredito que vamos ter uma eleição dura, vamos fazer uma campanha bonita, organizada e  trabalhar  junto om nossa militância”, ponderou.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar