Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Notícias da Boa

Joice Hasselmann sobre CPMI das Fake News: "A gente precisa colocar ordem nessa bagunça"

Compartilhe

O programa Notícias da Boa, comandado por Cinthia Lages, entrevistou na manhã de hoje, 03 de junho, a deputada federal do PSL, Joice Hasselmann que falou sobre o andamento da CPMI das Fake News, já que tudo teve início com denúncias feitas por ela.

A deputada afirmou que está acompanhando tudo com olhos muito atentos. “Boa parte das informações que deram condições de aprofundamento na investigação foram levadas por mim depois de uma investigação que eu mesma fiz, depois de ataques que eu mesma sofri dessa quadrilha organizada que hoje comanda essas milícias digitais. Parte dessa quadrilha lamentavelmente está em gabinetes de deputados aliados ao presidente da republica e também dentro do próprio Palácio do Planalto”, declarou.

“Acabei me tornando dentro da direita porque sou assumidamente de direita, estou me tornando a grande voz da oposição ao governo Bolsonaro aqui em Brasília e se essa investigação for levada com a seriedade que merece tanto dentro da comissão parlamentar, quanto dentro do STF não vai ficar pedra sob pedra. Não há como dizer que o presidente não sabia, que foi enganado, que não sabe que existe o gabinete do ódio. O código civil e penal continuam valendo independente do crime ser virtual ou não, estamos falando de mentiras forjadas, dossiês forjados que são jogados na internet e espalhados”, disse.

Ela afirmou ainda que está sendo discutida uma legislação que possa resolver esse problema. “O Brasil é o único país do mundo que nos vemos um gabinete de Fake News dentro da presidência e com os filhos do presidente fazendo isso”.

A deputada declarou que não se pode confundir liberdade de expressão com o que está sendo feito ao se espalhar Fake News. “Essas informações são criadas por milícias digitais para confundir a cabeça das pessoas, isso é um crime. Se eu sei que é mentira, estou dizendo uma mentira, espalhando isso pela internet como você segura isso? Temos que entender a diferença de liberdade de expressão ou até mesmo ir para críticas mais duras, eu posso criticar, qualquer cidadão pode criticar, mas eu não posso dizer que uma pessoa cometeu um crime que não cometeu e espalhar na internet, queremos coibir o crime que é cometido para destruir vidas, a informação tem o poder de matar, a desinformação é mais poderosa ainda porque é uma informação falsa criada para a pessoa. A gente precisa colocar ordem nessa bagunça, que isso possa dar até 8 anos de cadeia, tem que ter cadeia para essa quadrilha, temos que resolver isso dentro do poder legislativo e as autoridades ligadas ao poder judiciário precisam dar respostas. Nós não podemos deixar que bandidos da internet continuem cometendo crimes por aí”, afirmou.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar