Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Painel Agro

Boi gordo: preços devem continuar subindo com restrição de oferta

Compartilhe

Os preços do boi gordo voltaram a subir nesta segunda-feira (26), em grande parte do país. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o ambiente de negócios sugere pela continuidade do movimento de alta nos preços.

“As exportações seguem em bom ritmo, com a China ainda muito presente na aquisição de proteína animal brasileira. Além disso, a oferta de animais terminados é restrita em grande parte do país. A estiagem prolongada no decorrer do segundo semestre retardou o desenvolvimento dos animais de pasto, que devem estar aptos ao abate apenas no primeiro trimestre. Portanto, o período de maior demanda de carne bovina do ano contará quase que exclusivamente com a oferta de animais confinados”, diz.

Em São Paulo, capital, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 273 a arroba, ante R$ 271 na sexta-feira. Em Uberaba, Minas Gerais, os preços ficaram em R$ 266 a arroba, contra R$ 265. Em Dourados, no Mato Grosso do Sul, os valores chegaram a R$ 264 a arroba, contra R$ 263. Em Goiânia, Goiás, o preço indicado foi de R$ 260 a arroba, estável. Já em Cuiabá, no Mato Grosso, o preço ficou em R$ 251 a arroba, inalterado.

Atacado

No mercado atacadista, a semana iniciou com preços acomodados. De acordo com Iglesias, a tendência é que o movimento de alta ganhe consistência no decorrer da primeira quinzena de novembro, período que conta com maior apelo ao consumo.

Com isso, o corte traseiro seguiu em R$ 19,60 o quilo. O corte dianteiro permaneceu em R$ 14,40 o quilo, e a ponta de agulha seguiu em R$ 14,35 por quilo.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em baixa de 0,31%, sendo negociado a R$ 5,6130 para venda e a R$ 5,6110 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,6130 e a máxima de R$ 5,6640.

Fonte: Canal Rural 


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar