Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Painel Agro

Preço do bezerro dispara e bate novo recorde; confira

Compartilhe

Os preços dos animais de reposição continuam disparando, refletindo o baixo volume de animais disponíveis para negociação e a demanda aquecida dos recriadores e invernistas. Diante desse cenário, estamos observando uma nova onda de valorização, com preços que chegam a R$ 2800,00 por cabeça, para bezerros e bezerras.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na média de todos os Estados monitorados, entre machos e fêmeas anelorados, o mercado de reposição registra valorização de 85,8% no acumulado dos últimos 12 meses.

O mercado segue com grande valorização na categoria de acordo com dados  Segundo as médias mensais, temos até o momento uma valorização superior a R$ 880,00 por cabeça, usando como referência a praça paulista.

Já o Indicador do Cepea/Esalq, aponta para um bezerro com o valor de R$ 2.439,00 para as praças de Mato Grosso do Sul. Esse é o maior valor observado nos últimos 30 dias, segundo aponta a entidade.

Entretanto, quando observamos os negócios que vem ocorrendo de forma localizada, principalmente nos leilões, os preços são até superiores aos informados acima.

Em São Paulo e Goiás, segundo os pecuaristas, houve negócios de bezerro sendo negociado a R$ 2.900,00 por cabeça. Ainda segundo as informações obtidas pelo Compre Rural, para animais Nelore e Anelorados, macho ou fêmea, o preço por kg é de 14,80, preço para pagamento à vista.

As fêmeas estão super valorizadas 

As fêmeas puxaram as cotações nos últimos sete dias, com valorização de 1,9%, considerando a média de todas as categorias e Estados, enquanto o valor dos machos teve aumento semanal de 1,8%.  

Nesse mesmo intervalo, segundo a Scot, a alta mais significativa foi para a bezerra de ano (12 meses de idade) anelorada, que registrou avanço semanal de 2,6%, na média de todos os estados pesquisados. Destaque para Mato Grosso e Goiás, com valorização de 4,7% dessa categoria frente a semana anterior, o que resultado em novos recordes de preços nessas regiões.

Perspectivas

Na avaliação da Scot, mesmo com a menor liquidez dos últimos dias no mercado, em função da pedida de preços altos, a oferta restrita de animais de reposição dá sustentação às cotações.

No curto prazo, prevê a consultoria, acompanhando as intensas altas no mercado do boi gordo, a tendência é de manutenção do cenário de demanda aquecida e cotações firmes na reposição.

Ainda na previsão dos analistas de mercado, existe uma grande retenção de fêmeas no momento. Sendo assim, devemos ter um maior volume de bezerros disponíveis somente no final de 2021, fazendo com que o ciclo pecuário tenha uma mudança.

Fonte: Compre Rural



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar