Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros
Ronda do Povão

PI: Defesa de acusado de pedofilia alega problemas mentais

PI: Defesa de acusado de pedofilia alega problemas mentais
| Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

A Audiência de Custódia do acusado de pedofilia contra uma menina de 7 anos, Francisco James Teixeira, de 32 anos, está ocorrendo na manhã desta quarta-feira (22/01), no Fórum Cível e Criminal de Teresina. Segundo informações, a defesa do suspeito alega que ele sofre de problemas mentais. Ele é natural da cidade de Pedro II e estava invadindo os celulares das crianças para mandar mensagens pornográficas. 

O pai da criança, Guilherme Berger, conversou com a reportagem da Rede Meio Norte e afirmou que manteve a frieza para conseguir prender o acusado. 

Pai da criança que foi vítima do acusado

“A minha filha tem um aparelho celular para ver vídeos infantis e nós instalamos o WhatsApp para ela falar com a família, avós, os pais e ela é orientada a não abrir se for uma pessoa estranha e assim ela fez. 


Quando ela viu que tinha uma pessoa estranha ela levou o celular para a mãe , a mãe abriu, viu do que se tratava e me entregou o aparelho, eu procurei a Polícia Civil, a delegacia do 12º distrito com o delegado Canabrava e ele prontamente designou uma equipe para que fosse comigo a Pedro II localizar esse homem”, disse.  

“A minha vontade era de entrar por dentro do telefone e fazer uma grande besteira com ele, mas tive que manter a frieza para conseguir pegá-lo, agora ele está preso e foi para a Audiência de Custódia. Vamos ver o que a justiça vai decidir”, afirmou o pai. 

Segundo Guilherme, a criança ficou com trauma após o caso e não quer mais aparelho celular. “Ela vai fazer 7 anos em janeiro, ela não sabe do que se trata, até porque ela não viu as imagens, mas ela sabe que um bandido invadiu o telefone dela, assim a gente explicou para ela, ela ficou um pouco preocupada, não quer mais celular, de certa forma criou um trauma na criança”, declarou. 


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar