mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Ronda Nacional

"Era a primeira dele", diz viúva de lutador que morreu em evento

O dono da academia onde lutador morreu deve responder por homicídio.

Por Victor Melo

A esposa  do segurança Jonas de Andrade Carvalho Filho, de 34 anos, Karla Cunha, conversou com exclusividade com a Rede Meio Norte sobre a morte do seu companheiro, ocorrida na madrugada do último domingo (25), após uma luta clandestina realizada na Academia Fundo de Quintal, no bairro Itaperu, na zona Norte de Teresina. 

Emocionada, Karla deu detalhes sobre a vida do esposo, que era conhecido como Guerreiro da Luz. Ela explicou que ele vinha se preparando há meses para o evento e garantiu que participaria de algo organizado. “Há quase dois meses ele vinha falando dessa luta, ele vinha se preparando. Eu sempre fazia perguntas a ele com relação a segurança, como era lá. Ele só me dizia que era uma coisa organizada, que esse pessoal já fazia lutas antes. Perguntei para ele se tinha Samu ou algum aparato médicos. Ele disse que tinha e que eles já fazem esse tipo de evento. E ele vinha se preparando”, destacou. 

Assista: 


A viúva revelou ainda que essa seria a primeira luta e única do segurança. “Era a primeira luta dele. Ele só foi para essa luta porque ele disse que queria fazer o nome da academia dele. Ele queria fazer a academia dele crescer. E prometeu que essa seria a única. Ele só queria fazer o nome da academia dele”, reiterou. Além disso, tempos antes da luta, Jonas de Andrade teria dito para a esposa que a  Federação Piauiense de Boxe estava ciente do evento. “Ele disse que era legalizado, que a federação estava ciente. Isso sendo informações que o rapaz organizador passava para ele; que a federação tava ciente, que ia ter ambulância, ia ter aparato médico”, pontuou. 

No entanto, a Federação de Boxe informou que o evento era clandestino e não fez parte da organização. Por conta das medidas de restrição de combate à Covid-19, eventos com aglomeração estão proibidos no Piauí. Apenas atividades essenciais poderiam funcionar no estado no sábado e domingo.

Lutador de boxe morre durante evento clandestino em Teresina (Foto: Reprodução)Lutador de boxe morre durante evento clandestino em Teresina (Foto: Reprodução)

Jonas Andrade veio a óbito  após passar mal durante uma das lutas da competição. Ele foi nocauteado, com golpes na cabeça e deixou o ringue carregado nos braços. O segurança chegou a ser  socorrido e encaminhado para o Hospital do Buenos Aires, onde faleceu. Para a viúva, o evento não tinha segurança e muito menos aparatos médicos para caso acontecesse algum incidente entre os participantes. 

“No vídeo mostra tudo, que não teve. Mostra os amigos dele socorrendo ele nos braços. Jogaram ele dentro de um Ford Ka e deixaram ele no hospital. Quando eu cheguei ele tava lá sozinho, Não tinha ninguém da organização. Aqui é só tristeza. A gente era casado há 14 anos, era só nós dois. Muito amigo, companheiro. A única coisa que tinha era sonhar demais e vencer na vida, era só o que ele queria”, finaliza. 

LEIA MAIS:  Dono de academia onde lutador morreu deve responder por homicídio

Viúva diz que essa era primeira luta de Jonas de Amdrade (Foto Rede Meio Norte)Viúva diz que essa era primeira luta de Jonas de Amdrade (Foto Rede Meio Norte)

 

 


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail