Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros
SuperTop

Psicólogos explica como lidar com frustração após derrota do Brasil

Compartilhe
Google Whatsapp

Dor, frustração e lágrimas marcaram a torcida da Seleção Brasileira na última sexta-feira (06) após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo diante da Bélgica. Se para os adultos foi difícil lidar com a frustração de ver a Seleção Brasileira sendo eliminada em mais uma Copa do Mundo, para as crianças não foi diferente, o sentimento da perda tende a ser maior.

Em entrevista ao programa Super Top da Rede Meio Norte, a psicóloga Renata Bandeira explicou como o sentimento de frustração atinge os pequenos.

 (Crédito: Rede Meio)
(Crédito: Rede Meio)

“A frustração faz parte do nosso crescimento como ser humano porque a forma como você lida com a frustração gera em você um amadurecimento ou não. A frustração já é exposta na nossa infância quando estamos com 2 e 3 anos, onde existe as birras, a criança não esta sabendo lidar com a frustração, é um sentimento novo, uma situação nova, a forma como essa frustração é trabalhada no decorrer da vida é essencial para o desenvolvimento da personalidade também.” explicou a psicóloga.

De acordo com o presidente da Comissão de Psicologia do Esporte do Piauí, Rodrigo Almeida, contou que no esporte o atleta, a equipe devem saber lidar com a pressão.

 (Crédito: Rede Meio)
(Crédito: Rede Meio)

“O esporte tem muitos aspectos, um deles é o aspecto cultural, tem esta questão de competição, mas sem dúvidas tem como saber lidar com essas dificuldades, com o que o esporte pode proporcionar principalmente como saber lidar com pressões ou não, é necessário saber como que está a dinâmica daquele indivíduo ou daquele esporte e saber como os profissionais ou pessoas daquela instituição relacionada ao contexto esportivo estão sabendo lidar com essa demanda.” disse Rodrigo Almeida.

“Existe um glamour em torno da Copa, do esporte em si e principalmente pelo Brasil ser considerado o país do futebol, por isso que as crianças se doam mais por essas questões, por isso os pais devem sempre dialogar, explicar as questões relacionadas as expectativas que muitas vezes elas não são saciadas. A melhor forma é começar ter educação emocional desde de cedo, a sociedade em geral, o foco nesta educação emocional é essencial para desenvolver um indivíduo bem resolvido que saiba lidar com suas frustrações de forma positiva” contou Renata.



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar