Teresina recebe nesta 3ª doses da vacinação contra a H1N1

Teresina começa a vacinação contra a gripe hoje

A  FMS (Fundação Municipal de Saúde de Teresina) antecipou para esta terça-feira (26/04) a campanha de imunização contra o vírus Influenza A/H1N1. A vacina está liberada para os grupos considerados prioritáros, como: crianças de seis meses a menores de 5 anos, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) e pessoas com mais de 60 anos.

Também podem buscar a vacina nos postos da capital, trabalhadores da saúde, funcionários do sistema prisional, bem como doentes crônicos com recomendação médica, pessoas com problemas respiratórios, cardíacos, com baixa imunidade, dentre outros. A campanha será estendida ainda à população privada de liberdade e comunidades indígenas.

“Devemos ressaltar que as pessoas com comorbidades precisam de uma declaração médica para receberem a vacina. Só receberá a vacina aquelas com comorbidade grave, como por exemplo transplantados ou que tenham alguma doença que baixa a imunidade”, afirmou a diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba.

A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí notificou 54 casos suspeitos da Influenza A H1N1, sendo que 47 deles de pacientes residente Piauí e os demais provenientes do Maranhão. Os dados, atualizados nesta segunda-feira (25), mostram também que já foram registrados nove óbitos.

Conforme a FMS, as pessoas acamadas já estão sendo identificadas pelas Regionais de Saúde do município e receberão a vacina em casa. Os familiares podem procurar as regionais da zona onde moram para fazer a solicitação.


A campanha de vacinação contra Síndrome Gripal segue até 20 de maio. A imunização serve contra o vírus Influeza A H1N1, o vírus Influenza A H3N2 e o vírus Influenza B.

Teresina tem como meta, preconizada pelo Ministério da Saúde, vacinar 173.058 pessoas.
"O Dia D de mobilização da campanha será sábado, 30, e terá como ponto de concentração de abertura a Unidade Básica de Saúde do bairro Saci, zona Sul, a partir das 8h. Ao todo 53 postos de vacinação estarão abertos durante todo o dia 30 para imunização dos grupos prioritários", informou Francisco Pádua, presidente da FMS.

O Ministério da Saúde preconiza que pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade sejam vacinadas. A vacinação deste grupo deve ser realizada em todos os postos de vacinação. No entanto, mantém-se a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação.


Pacientes crônicos
Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos que estão cadastrados para receberem a vacina. Caso no local de atendimento onde são atendidos regularmente não tenha um posto de vacinação, devem buscar a prescrição médica na próxima consulta que estiver agendada, visando garantir esse documento com antecedência, para evitar filas no período da vacinação.

“Devemos nos prevenir contra o vírus Influenza, lavando sempre as mãos e evitando aglomerados de pessoas. Se a pessoa apresentar febre alta, dor de garganta, coriza no nariz, dor no corpo e dificuldade para respirar deve procurar imediatamente atendimento médico e hidratar bem seu corpo. Beber muita água e líquidos para que urine da cor da água que bebe também é muito importante, pois o corpo bem hidratado tem mais chances de reagir contra o vírus”, destacou a médica Amariles Borba.

Casos suspeitos
Na semana passada, uma escola particular no Centro de Teresina orientou a higienização de salas de aula, banheiros e outros espaços do local após uma aluna ser internada com suspeita de H1N1. A direção do colégio foi informada pelos pais da adolescente que ela havia sido submetida a exames e aguarda resultados. O estado de saúde da aluna, que está internada em um hopsital da capital, é estável.


Fonte: meio norte