OAB-PI realiza audiência pública sobre porte de arma para advogados

Projeto de lei tramita na Câmara Federal

O projeto de lei do deputado Ronaldo Benedet do PMDB de Santa Catarina, insere nos direitos dos advogados o uso de arma de fogo para defesa pessoal. Proposição que aguarda parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara Federal. Com o projeto já tramitando, a OAB resolveu fazer uma consulta com o publico interessado, os advogados, e liberou uma enquete no Senado. O resultado foi surpreendente, 557 internautas votaram a favor e apenas 52 se mostraram contrários.


No Piauí, a ordem resolveu realizar uma audiência pública para também consultar os seus advogados, que vão dizer se são a favor ou contrários a essa mudança que dá a eles a prerrogativa de ter o porte de arma, a exemplo de outros integrantes de carreira jurídica, como juízes e policiais.

A audiência pública realizada na manhã desta quinta-feira(25) no auditório da OAB-PI, atraiu estudantes de Direito e profissionais interessados em conhecer mais sobre o projeto e debater o tema, e mesmo que o resultado da consulta na internet tenha sido favorável à proposta, há vozes divergentes como a da advogada Ana Carolina Fortes. 

" A igualdade não é construída com possibilidade de se usar armas ou não, e a gente combatendo a violência contra a classe com armamento, dá uma falsa sensação de segurança", disse. Para o conselheiro federal Celso Neto, o projeto que vai contemplar muitos advogados, precisa ser debatido em sociedade. " Depois dessa audiência, lavraremos uma ata, discutiremos o que foi falado aqui e deliberado aqui e levaremos isso para o Conselho Seccional. Depois disso a OAB Nacional vai pegar os nossos argumentos e vai decidir mais na frente se é favor ou contra o projeto de lei", falou.

Conselheiro Federal Celso Neto
Conselheiro Federal Celso Neto

Image title
Image title

logomarca do portal meionorte..com