Cauã garante que dá para ser um "paizão" e elogia Grazi Massafera

Cauã garante que dá para ser um "paizão" e elogia Grazi Massafera

"A Grazi é supertrabalhadora", comenta o ator

O Caçador está fazendo o maior sucesso nas sextas-feiras da Globo. Protagonizando o seriado, Cauã Reymond conversa com Zeca Camargo sobre esse e outros papéis marcantes de sua trajetória na TV.

Com tantos trabalhos na carreira, será que dá pra ser aquele paizão? "Dá! Às vezes, eu queria mais tempo, mas a gente tem que trabalhar. Eu tenho uma vida superatribulada, cheia de compromissos, mas eu vejo que outros pais também têm", responde Cauã. E será que a pequena Sophia entende que precisa dividir o pai com todo o Brasil. "Ela entende muito bem. E a mãe também trabalha muito. A Grazi é supertrabalhadora", comenta o ator.

Sobre o convite para estar em O Caçador, Cauã Reymond explica se empolgou para interpretar o ex-policial André. "Senti um desejo enorme de poder brigar um pouco de polícia e ladrão", brinca o ator. "Conversei com o Murilo Benício, que fez Força Tarefa. Ele me incentivou para caramba", conta.

Cauã foi chamado para fazer o seriado na época de Avenida Brasil (2012), novela que está fazendo o maior sucesso na Argentina e em outros países da América Latina. "Fui convidado para ser rei do carnaval na Argentina e fiquei surpreso. Andando em um carro aberto eu me senti Evita Perón. Não consegui andar na rua", recorda o ator.



Fonte: gshow