Capitãs castigam em ""Foda de Elite""

O longa-metragem se passa em um local sigiloso, onde uma turma de recrutas é testada por peritas

Tropa de Elite, do diretor Jos? Padilha, ? um dos filmes nacionais de maior repercuss?o nos ?ltimos tempos. Seguindo o rastro de seu sucesso, a produtora Sexxxy World fez a vers?o porn? chamada Foda de Elite, no qual quatro capit?s castigam alguns recrutas.

O longa-metragem se passa em um local sigiloso, onde uma turma de recrutas ? testada por peritas para que possam fazer parte da elite do porn?. Com a miss?o de selecionar os melhores, elas n?o economizam energia nos testes com direito a tapas na cara e submiss?o masculina.

Rog?, 37 anos, interpretou um dos rapazes da tropa. "Elas davam tapas na cara e toda aquela submiss?o serviu como um est?mulo. Ent?o, para mim, a transa foi uma esp?cie de vingan?a", disse.

O ator fez sexo a tr?s com Patricia Kimberly e Monica Mattos, que ganhou recentemente o AVN 2008 na categoria melhor atriz estrangeira - pr?mio considerado o Oscar do porn?. "A cena foi bem viril e a gente conseguiu curtir a tr?s", comentou Rog?.

A atriz Karina Ferrari, 21 anos, por sua vez, estava na situa??o privilegiada no Foda de Elite. Ela era uma das capit?s que tinham os homens totalmente aos p?s. "Eu, como capit?, dei a miss?o de transar comigo a um dos atores", contou. "A nossa cena come?ou com sexo oral, foi para o vaginal e terminou com o anal."

Ator porn? por escolha

Rog? atua h? 10 anos no ramo pornogr?fico. Al?m de atuar, ele tamb?m dirige filmes er?ticos. Segundo o ator, a profiss?o n?o aconteceu por acaso em sua vida. "Eu tinha pretens?es de ser um ator porn?, a? persegui este meu desejo."

A realiza??o na carreira ? cada vez maior e, por isso, ele conta a melhor parte de ser um ator pornogr?fico. "Os maiores atrativos s?o o dinheiro e a facilidade de ter uma mulher submissa no sexo. Ali, eu me sinto o rei da situa??o", afirmou.

Como o pr?prio Rog? disse "se n?o tiver pau duro n?o tem cena". E para ajud?-lo na ?rdua tarefa de manter a ere??o por um tempo prolongado, ele lan?a m?o de alguns truques. "Todo mundo neste ramo toma o seu Viagra. E se for uma atriz novata ? mais legal, porque h? um tes?o a mais."

Vida de atriz porn? n?o ? f?cil

Karina Ferrari entrou para o cinema er?tico em novembro de 2006. "Eu procurava trabalho e n?o conseguia arranjar nada. A? uma amiga me chamou para tentar a carreira de atriz porn?. No in?cio, achava que n?o teria coragem, mas acabei aceitando", contou.

Apesar de n?o se arrepender de ter trilhado este caminho, Karina disse ser dif?cil dar conta da profiss?o. "A profiss?o de atriz porn? ? dif?cil, ao contr?rio do que muitos imaginam. ? cansativo e n?o d? para ficar parando a grava??o da cena. Ali, voc? tem de agradar a quem est? assistindo e n?o a si", afirmou.

Ela ainda contou que raramente tem orgasmo. "Quando ? uma pessoa pela qual tenho carisma at? rola um tes?o, mas ? raro. Eu at? procuro sentir tes?o para deixar a cena mais agrad?vel para mim e mais verdadeira para o p?blico."

Fonte: Terra, www.terra.com.br