Confira dicas para ter mais prazer e cuidados durante sexo na água

Confira dicas de como fazer sexo debaixo d’água

As cenas de sexo na água são frequentes nos filmes românticos, ou então até nos próprios filmes eróticos. E essa prática é uma fantasia de muitos casais que pretendem sair da rotina. Só que na realidade, as coisas não são bem assim.

Inspirados nos filmes as pessoas pensam que tudo vai ser mil maravilhas, e nada vai atrapalhar. Só que na prática devemos tomar alguns cuidados necessários para que não tenha nenhum imprevisto e o principal: seja prazeroso.

Antes de qualquer coisa, a pessoa deve fazer esse tipo de ato com apenas um companheiro, aquele que você tem certeza que será para a vida toda. Isso porque nesse tipo de relação o uso do preservativo não é muito eficiente, e um descuido pode ser ‘fatal’. Além de se soltar do pênis, a camisinha pode furar.

Image title

A lubrificação natural da vagina é perdida durante o sexo na água. Para evitar dores e desconforto, recomenda-se o uso de lubrificantes à prova d’água neste tipo de relação.

Se o sexo for feito no chuveiro, a posição ideal é de pé, com o homem atrás da mulher, apoiados na parede, por exemplo. Manter os pés fixos no chão evitam quedas. Afinal, lembre-se que a água pode deixar tudo mais escorregadio.

Sexo dentro da banheira de casa pode ser um pouco mais seguro. Mas, além de se preocupar com a lubrificação, como dito anteriormente, é preciso evitar posições mais ousadas ou movimentos bruscos. Se posicionar firmemente pode ajudar a evitar acidentes.

Sexo na piscina de motel, por exemplo, não é algo recomendado por médicos. Você não consegue ter muita certeza de como a higienização é feita e pode ficar exposta a bactérias presentes na água.

Por causa da água salgada, o sexo no mar também requer cuidados. A fricção na hora da penetração pode provocar irritações, coceiras e até mesmo infecções na vagina.

Fonte: Bolsa de Mulher