Conheça 5 zonas erógenas  que muita gente esquece na hora do sexo

Conheça 5 zonas erógenas que muita gente esquece na hora do sexo

Confira dicas práticas, objetivas e sem mimimi para os leitores inovarem na cama

O corpo inteiro é uma fonte de prazer. Nossa pele tem inúmeras terminações nervosas que nos tornam sensíveis ao toque. Porém, por hábito, acabamos muitas vezes seguindo o mesmo roteiro de preliminares, acariciando sempre as mesmas regiões.

Para o sexo ficar ainda mais intenso, vale explorar outras zonas erógenas e descobrir as particularidades do prazer de cada um. Beijos no pescoço, na nuca e na orelha são sempre deliciosos, mas uma lambidinha nas pálpebras, na ponta do nariz, na parte mais baixa da barriga ou até atrás dos joelhos também pode causar arrepios.

Veja mais 5 zonas erógenas que muita gente esquece na hora do sexo e que merecem uma atenção especial.

1. Queixo

Que tal aproveitar a hora do beijo para descer a língua um pouco mais até chegar no queixo? Umas chupadas leves e caprichadas no queixo são bastante excitantes. Também vale dar umas mordidinhas suaves.

2. Bolas

Muitas mulheres acabam esquecendo de dar um carinho especial às bolas. Toda a região do saco escrotal e períneo é bastante sensível e a maioria dos homens adora receber beijos e lambidas nessas partes baixas. Com delicadeza, também é possível sugar uma bola de cada vez para dentro da boca, aumentando as sensações de prazer.

3. Dobras do bumbum

As dobrinhas do bumbum, tanto no homem quanto na mulher, às vezes ficam esquecidas durante as preliminares. Pode ser bastante prazeroso explorar essas dobrinhas com a língua. Esse é um bom momento para esticar para um bom beijo grego, ou seja, uma bela linguada no ânus do parceiro.

4. Mamilos

Os mamilos são extremamente sensíveis ao toque. Para desfrutar ao máximo dessa zona erógena, vale circundar a auréola com a língua, sugar e mordiscar até causar arrepios em todo peito. Não são apenas as mulheres que sentem prazer nessa região, os homens também costumam gostar da sensação quando se permitem experimentar.

5. Parte interna das coxas

Antes do sexo oral, é bom dar uma paradinha nessa gostosa zona erógena. O nível de sensibilidade costuma ser alto na parte interna das coxas. Se der cócegas, a saída é aumentar a intensidade dos toques, beijos, mordidas e lambidas. Explorar essa região faz aumentar ainda mais a ansiedade e vontade pelo sexo oral. As pernas vão tremer de tesão.

Clique aqui e curta a página do Portal Meio Norte no facebook

Fonte: Casal sem vergonha