Contraceptivo para homens pode chegar ao mercado em 2017

Contraceptivo para homens pode chegar ao mercado em 2017

Contraceptivo para homens pode chegar ao mercado em 2017

De acordo com um comunicado de imprensa da Parsemus Fondation, uma organização sem fins lucrativos focada no desenvolvimento de abordagens médicas de baixo custo, um novo medicamento contraceptivo masculino tem sido bem-sucedido em testes e poderá chegar ao mercado em 2017.

Segundo as informações da organização, o medicamento, chamado Vasalgel, é um polímero não hormonal que bloqueia os canais deferentes, que são as vias por onde passa o esperma. Para os testes, a droga foi injetada em três babuínos machos com acesso sexual irrestrito a 10 ou 15 fêmeas cada. Os resultados mostraram que, seis meses depois, nenhuma delas ficou grávida.

Com o sucesso deste estudo em animais e um novo financiamento da David e Lucile Packard Foundation, a Parsemus Fondation planeja iniciar testes em humanos no ano que vem com a expectativa de que tudo corra bem para a disponibilização em 2017.

Como funciona

O Vasalgel é essencialmente uma releitura de uma tecnologia médica chamada RISUG (inibição reversível de esperma sob orientação – “reversible inhibition of sperm under guidance”), que foi desenvolvida por um médico chamado Sujoy Guha, há mais de 15 anos, na Índia, onde tem ocorrido ensaios clínicos desde então.

Além de ser um método eficiente, o Vasalgel tem uma vantagem a mais em relação às formas contraceptivas que as mulheres precisam utilizar hoje em dia: o tratamento não é hormonal e requer apenas uma injeção, sendo eficaz durante um período bastante prolongado.

Isso é uma ótima notícia para casais que desejam evitar filhos sem que a mulher se encha de hormônios, dividindo a responsabilidade pelo controle de natalidade com os homens que poderão usar o medicamento.

O procedimento mais comum para impedir que os homens liberem os espermatozoides, além da camisinha, é a realização da vasectomia, que corta os canais deferentes, o que pode causar dor e incômodo por alguns dias. Já o Vasalgel age bloqueando os canais através da injeção que é aplicada no local sem a necessidade de intervenções ou efeitos adversos de dor ou inchaço.

Outra vantagem é que, em qualquer momento que o indivíduo desejar, a ação do polímero pode ser revertida com uma segunda injeção, se o homem quiser ter filhos.

Fonte: megacurioso.com.br