Descubra 8 coisas que você não deveria fazer no sexo anal

O sexo anal pode ser experimentado sem traumas

Cercado de mitos e preocupações, o sexo anal ainda é uma das práticas preferidas pelos homens, mas bastante temida entre mulheres que evitam a posição por considerarem a posição incômoda, dolorosa e até mesmo anti-higiênica. Com os devidos cuidados, no entanto, o sexo anal pode ser experimentado sem traumas e de forma bastante segura. Conheça dicas de como aproveitar a relação e as coisas que você não deveria fazer no sexo anal:

Sexo anal (Crédito: Divulgação)
Sexo anal (Crédito: Divulgação)


1. Por saber que não é possível engravidar através do sexo anal, você abre mão do preservativo. Apesar de não correr riscos de gravidez, a prática exige uso da camisinha por também ser considerada de risco de contágio de doenças sexualmente transmissíveis.

2. Nunca faça sexo anal e depois parta para o sexo vaginal com a mesma camisinha. Trocar o preservativo entre as duas práticas é essencial para evitar contaminação.

3. O mesmo conselho serve se você aposta em brinquedos eróticos. Se usar acessórios na transa anal e vaginal, proteja o objeto com preservativos diferentes.

4. Deixar de usar lubrificante é um grande erro. Além de facilitar a penetração, o produto reduz dores, incômodos e chances de causar fissuras na região.

5. Usar cremes e lubrificantes com anestésico para evitar dores é outro grande equívoco. Ao deixar a região amortecida, pode acabar não sentindo na hora possíveis machucados que podem ser causados na penetração.

6. Coma algo antes de praticar sexo anal, mas não em excesso. Estômago vazio ou cheio demais provocam sensações desagradáveis durante a prática.

7. Evite fazer duchas internas que podem causar danos à saúde. Tente manter a região limpa antes de realizar o sexo anal, apenas lavando bem o ânus com água e sabão durante o banho

8. Insistir na prática para agradar o parceiro, mesmo sentindo dores ou incômodo, tampouco é recomendável.

Fonte: Com informações do Bolsa de Mulher