Indisposto para o sexo? Dormir mais pode ser a solução

Segundo estudo, há uma conexão direta entre o tempo que uma pessoa dorme e o nível de desejo sexual

Sem disposição para o sexo? Com a libido em baixa? Caso as respostas sejam afirmativas, isso pode estar acontecendo por falta de sono. É o que afirmam os pesquisadores responsáveis por um estudo publicado no Journal of Sexual Medicine.



Segundo a pesquisa, há uma relação direta entre a quantidade de horas dormidas de uma pessoa e seu nível de desejo no dia seguinte. O número de vezes em que ela fecha os olhos também afeta a forma como ela despertará.

Uma entrevista feita com 171 mulheres mostrou que cada hora adicional de sono aumentou 14% a probabilidade de atividade sexual com um parceiro. As que dormiram mais apresentaram menos problemas com a excitação vaginal do que aquelas que dormiram menos. 

Apesar dessa constatação, o dr. David Kalmbach, da Universidade de Michigan, explica que a mensagem para levar para casa não deve ser apenas que quanto mais sono, melhor, “mas que é importante termos o sono que a nossa mente e corpo precisam”. 

Padrão semelhante ocorre também com os homens. De acordo com outro estudo, os que dormiram pouco, em torno de cinco horas por noite em uma semana, tiveram níveis significativamente mais baixos de testosterona, o que resultou em uma falta de desejo sexual.

Cientistas da Universidade de Chicago descobriram que os níveis do hormônio são reduzidos drasticamente e ficam parecidos com os de alguém 15 anos mais velho. Segundo o professor Eve Van Cauter, que liderou o estudo, "pouca testosterona está associada à redução do bem-estar, o que pode gerar a perda de sono".

Outras razões para a falta de libido incluem a má alimentação, os baixos índices de ferro aliados ao excesso de peso. Uma em cada quatro mulheres britânicas consome pouco ferro nas dietas, uma vez que a deficiência dessa substância é conhecida por deixar a libido atrasada, explica a dra. Radha Modgil, com atuação especial na saúde sexual.

“Baixos níveis de ferro são pensados para reduzir a qualidade do fluxo de sangue e energia, logo, se você está exausto, o sexo é, obviamente, a última coisa que você sentirá vontade de fazer”, complementa.

Uma boa fonte de ferro facilmente absorvível é um bife suculento, aconselha a nutricionista Helen Bond, que explica que a carne vermelha ajuda a liberar ácidos aminados importantes para o bom humor. “Outras fontes ricas de zinco incluem feijão, nozes e ostras”, observa.

Já o ginecologista Peter Bowen-Simpkins alerta que muito açúcar produz gordura, elevando o índice de estrogênio no organismo, que por sua vez reduz os níveis de testosterona em homens. "Se você é obeso e se sente menos atraente, isso contribuirá para a diminuição do fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais”, finaliza.

Fonte: TERRA