Insatisfação com o corpo atrapalha as mulheres na hora do sexo

Pesquisa mostra as relações entre a beleza e o sucesso no relacionamento das mulheres com seus parceiros

A maioria das mulheres que se sente insatisfeita com o corpo, apresenta dificuldades na hora de começar ou manter um relacionamento amoroso, por vergonha ou timidez. É o que mostra o resultado da pesquisa realizada pela Onodera ? rede de clínicas de estética facial e corporal ? com mulheres de várias regiões do país para saber mais sobre o que elas pensam e como reagem aos assuntos ligados à Beleza em seu dia-a-dia.

A pesquisa apontou que a parte do corpo que as mulheres menos gostam é a barriga (74% no Sudeste, 67% no Sul, 68% no Norte e Centro-Oeste e 65% no Nordeste) e isso atrapalha no relacionamento com o parceiro ? tanto para casadas quanto para solteiras que buscam um parceiro ? e no momento do sexo. Apesar disso, apenas 23% delas acreditam que o parceiro repara ou comenta sobre o problema.

O estudo descobriu que cerca de 98% das mulheres acreditam que sua relação com o parceiro sofre interferências relacionadas com a beleza e o bem estar. Neste caso, as maiores preocupações são: emagrecer (25%), estar bem disposta (28%), eliminar gordura localizada (16%) e diminuir a ação do tempo no rosto (10%).

A maioria das mulheres que afirmaram que os defeitos atrapalham as relações é da classe AB. Cerca de 32% das mulheres acreditam que as imperfeições atrapalham no relacionamento com o parceiro, enquanto 27% consideram que isso atrapalha no sexo. A mesma porcentagem de mulheres afirma que os ?defeitos? também atrapalham na conquista de um parceiro.

Na pesquisa, fica claro que a beleza não está apenas ligada à aparência física, mas a características pessoais também. Cerca de 87% das mulheres afirmaram que se acham bonitas. Destas, 98% querem ficar ainda mais belas para os maridos ou namorados.

Fonte: Assessoria