Veja a gata Nana Gouvea no Paparazzo

Aos 34 anos, Nana Gouvêa se destaca não somente pelas belas formas e por seu trabalho sensual como modelo e atriz

Aos 34 anos, Nana Gouvêa se destaca não somente pelas belas formas e por seu trabalho sensual como modelo e atriz. A mineira de Juiz de Fora também chama atenção pelo comportamento vulcânico.

São famosas as suas microssaias acompanhadas por incríveis cruzadas de pernas que deixam à mostra - sem timidez - as calcinhas mínimas que usa. Com tanta volúpia, claro que ela não economiza na hora de revelar suas preferências sexuais.

Nem em contar que no início da carreira como modelo, em 1996, teve sua primeira e única experiência homossexual. Nana namorou durante cinco meses uma amiga modelo.Mas o relacionamento não a completou. ?Gosto de ser fêmea e de ter um homem para cuidar. Sinto falta do lado masculino?, conta ela. E surpreendentemente, ao falar sobre como encara o sexo, coloca por água abaixo toda a sua imagem voluptuosa. ?Não curto sexo casual. Para transar, é preciso ter sentimento?.

01 Você já viveu todas as suas fantasias sexuais? Vivo uma vida livre. Não tem o que eu queira que não possa fazer. O que eu quis, fiz. Não tenho vontade de fazer sexo explícito e minhas fantasias foram comuns, como as de todo mundo. Tipo transar num carro em movimento pelas ruas, no banheiro de um restaurante... Mas sou calma. A calmaria só não existe entre quatro paredes.

02 E como você seduz na hora do sexo? Tem que ter uma boa música e a luz precisa estar na penumbra. Tenho uma banheira dentro do meu quarto e nela gosto de fazer massagens no meu parceiro. Sigo o desejo, o momento. E a rapidinha também tem seu valor!

03 Você faz sexo casual, sem compromisso? Não curto. Para transar, tem que ter sentimento. É preciso ter um olhar que signifique algo.

04 Já fez sexo virtual? Nunca. Como faz? Enfia o mouse (risos)? Não sei como é, sou da roça...

05 E com mulher, já se relacionou? Já namorei uma mulher durante cinco meses. Experimentei e não gostei. Não repetiria esta experiência. Acho as mulheres muito bonitas, não tenho vergonha de dizer isso. Mas não é a minha praia.

06 Como foi o seu namoro com ela? Foi em 1996, quando começava a carreira de modelo. Ela também era modelo e éramos amigas. Ela que deu em cima de mim. Mas não dá certo namorar uma mulher. Eu vestia uma roupa dela e ela mandava eu tirar. Aí, brigávamos. Sou muito fêmea. Gosto de ser mulherzinha, de lavar o cabelo do namorado. Sinto falta de um lado masculino. Transar com mulher é igual a experimentar maconha pela primeira vez. Uns gostam e nunca mais param de fumar. Experimentei namorar uma mulher e não gostei.

07 E sexo a três, já fez? Não, sem chance. Sou muito ciumenta. Não gosto de dividir a pessoa com quem estou.

 












Fonte: Globo, www.globo.com