Pamela Butt diz que Leila Lopes se sentia solitária

Segundo ela, as duas gravavam juntas uma vez por mês --no mesmo dia eram gravados quatro programas

Colega de Leila Lopes na apresentação do programa "Calcinha Justa", do Sex Privê Brasileirinhas, a atriz Pamela Butt, 32, afirmou que Lopes afirmou estar se sentindo solitária na última vez em que as duas se falaram, na segunda-feira.

"Ela estava um pouco triste, disse que estava se sentindo sozinha, mas não achei nada fora do normal", afirmou a atriz, há cinco anos no elenco da produtora Brasileirinhas, especializada em filmes eróticos.

"Éramos amigas dentro e fora do trabalho, ela era uma pessoa bem querida", disse Butt, que afirmou ter conhecido Leila no ano passado, quando a atriz se juntou ao casting da produtora.

Segundo ela, as duas gravavam juntas uma vez por mês --no mesmo dia eram gravados quatro programas. Um dia de gravação podia começar às 9h e terminar às 2h da madrugada seguinte, afirmou. A última gravação com a amiga teria ocorrido em setembro.

Futura "calcinha"

Pamela Butt afirmou que, apesar da falta que Leila Lopes vai fazer, o programa "Calcinha Justa" deve continuar. "Ainda é cedo para saber quem vai ficar no lugar dela, temos que encontrar alguém do mesmo nível", disse.

"Pensei na Rita Cadillac, seria ótimo e acho que ela toparia", disse a atriz, que também é amiga da ex-chacrete.

Assim como o produtor executivo do canal, Butt também negou que as gravações do "Calcinha Justa" estivessem paradas, como afirmou o assessor de imprensa de Leila. "Acho que foi um mal-entendido. Íamos gravar na quarta-feira", afirmou.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br