Principais reclamações das mulheres ao receberem sexo oral

Principais reclamações das mulheres ao receberem sexo oral

Muitos homens ainda enfrentam alguns tabus em relação a prática

Com receio de cometer erros no momento da relação, muitos homens ainda enfrentam alguns tabus em relação a prática de um bom sexo oral em suas parceiras. Pensando em ajudar esses que ainda tem esse tipo de dificuldade, foi criado um curso de sexo oral para homens.


O curso é de autoria da educadora sexual Aline Castelo Branco, também pesquisadora do Nusex (Núcleo de Sexualidade) da Unesp (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho). Ela entrevistou 100 mulheres e 50 homens e identificou alguns perfis nítidos, que ela denominou da seguinte forma: o "homem lambida de vaca", o "furadeira" e o "sugador".


Pelas denominações já dá pra sentir a diferença entre cada um deles, não é mesmo?


Além dessas classificações, Aline ainda constatou a existência do homem que se limita a chupar os grandes lábios (o ideal é usar as mãos para massagear, causando uma maior sensação, enquanto acaricia o clitóris com a boca) e o sujeito que fica só com a boca na vagina, na entrada do canal, passando a língua com movimentos rápidos, causando pouca ou nenhuma sensação.


Entre as maiores reclamações da mulherada, está a falta de conhecimento que a maioria dos homens tem das mulheres. Principalmente os mais jovens e inexperientes. Fernanda orienta que os homens precisam dialogar e questionar às mulheres onde elas mais sentem prazer e estimular essas áreas principalmente.


Uma ação que costuma dar certo é endurecer a língua e brincar com ela na entrada da vagina e no clitóris com pequenos e leves golpes ritmados. Usar os dedos como aliados também é uma boa alternativa, principalmente se simularem penetração vaginal ou anal.


Outra reclamação constante delas é em relação a afobação do parceiro. É preciso ser bastante sutil durante a prática de um bom sexo oral e o homem não deve pensar somente na parceira, é importante que ele também sinta prazer e sinta-se bem durante o ato.


Estimular com muita força e movimentos repetitivos, não é a situação mais aconselhável, segundo as mulheres que responderam a pesquisa. "Os homens precisam entender que o clitóris é sensível. Estimular com muita força ou com movimentos repetitivos pode provocar uma sensação dolorosa na mulher", afirma Fatimah Moura, "sensual coach" e palestrante de artes sensuais de São Paulo.


Outra atitude é o homem ficar perguntando se está bom, se está ruim, se ela está gostando ou não. Muitas vezes isso tira a concentração dos dois. O mais aconselhável é manter-se concentrado e dedicado, evitando esse tipo de preocupação constante.


Essas são algumas dicas com base em reclamações da maioria das mulheres que participaram da pesquisa, portanto os homens devem seguir à risca para conseguirem uma boa prática de sexo oral em suas parcerias.


Com informações de Priscila Rodrigues, do UOL.

Fonte: UOL