Advogada de pai de Lindsay Lohan diz que ordem de prisão de atriz é "vitória"

Atriz não se apresentou a audiência judicial vinculada a condenação de 2007.

A estrela de "Meninas malvadas" não se apresentou a uma audiência judicial vinculada a sua condenação por dirigir sob a influência de álcool.

"Nós pedimos algumas das condições que a juíza impôs hoje (quinta-feira, 20)", disse a advogada Lisa Bloom, citando uma carta que ela enviou para a corte na última semana, a pedido de Michal Lohan.

Bloom afirmou ainda que o pai da atriz está preocupado e que ela "tem visto como ele se sente por presenciar a deterioração de Lindsay nas últimas semanas e meses".

A advogada Bloom argumentou que se a juíza tivesse concluído que Lohan violara sua condicional, eles teriam pedido para que a atriz fosse obrigada a passar pelo processo de reabilitação de drogas, em vez de ir para a cadeia.

A advogada de Lohan argumentou que a atriz se

encontrava no Festival de Cannes (Foto: Damian

Dovarganes / AP)Prisão

Lohan, de 23 anos, devia se apresentar ante a juíza Marsha Revel para explicar por que não completou o curso de educação sobre o álcool conforme estipulado nas condições de sua liberdade condicional.

A advogada de Lohan, Shawn Chapman Holley, argumentou que a atriz se encontrava no Festival de Cannes, no sul de França, devido ao roubo de seu passaporte.

"Ela, de verdade, já tem passagens (de avião)", disse a advogada Holley à juíza. "Do nosso ponto de vista, existe uma razão válida para que não esteja aqui hoje (quinta-feira)".

A juíza ordenou a prisão de Lohan quando ela

regressar aos Estados Unidos (Foto: Jae C. Hong/AP)A juíza, no entanto, ordenou a prisão de Lohan quando ela regressar aos Estados Unidos na sexta-feira (21) e definiu a fiança de US$ 100 mil (cerca de R$ 180 mil). Segundo o site de celebridades TMZ.com, Lohan já garantiu um novo passaporte na França.

A juíza também ordenou a Lohan usar um bracelete eletrônico que monitora o consumo de álcool e se apresentar para controles de consumo de drogas realizados aleatoriamente.

"Ela tem que levar isso a sério. Avisei antes", disse Revel, que estendeu a liberdade condicional de Lohan em outubro do ano passado depois de perder outras aulas.

Lindsay Lohan é convocada pela Justiça dos EUA e pode ser presaFoto com arma na boca é "arte", afirma Lindsay LohanLindsay Lohan viverá atriz pornô de "Garganta profunda", diz produtorDetida em 2007

Lohan foi detida por dirigir embriagada em maio de 2007. Depois de uma passagem por um centro de reabilitação, foi pega dois meses depois dirigindo novamente sob influência do álcool e posse de cocaína.

Em outubro passado, uma juíza da corte superior de Beverly Hills estendeu por um ano a mais sua liberdade condicional - que a princípio era de três anos - para que a atriz termine seu curso de educação sobre o álcool, ao qual não assistiu.

Cannes

A antiga estrela de "Parent Trap? foi fotografada andando no circuito de festas em Cannes esta semana e tem frequentado Los Angeles e casas noturnas de Nova York por meses.

Mas os funcionários do programa de educação sobre o álcool de que ela participa disseram nos documentos judiciais que Lohan "nunca chegou (à classe), sob a influência (de bebida), foi rude ou desrespeitosa" e é "receptiva às idéias sobre as mudanças de estilo de vida".

Em um vídeo publicado na segunda-feira na internet, Lohan diz que está "cumprindo mais que nunca" os termos de sua liberdade condicional e que poderia terminar as aulas sobre os efeitos do álcool em "umas duas semanas e meia".

Após a audiência, o advogado de Lohan disse que a atriz completou dez das 13 aulas requeridas. Holley afirmou também que ela foi a Cannes para trabalhar em um filme e adicionou: "É o trabalho dela."

Fonte: g1, www.g1.com.br