Aguinaldo Silva alfineta ministra que reclamou de Fina Estampa

Aguinaldo Silva alfineta ministra que reclamou de Fina Estampa

O autor da novela reclama que Iriny Lopes quer se intrometer no texto

Iriny Lopes, ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, enviou um pedido formal à Globo para divulgar o Ligue 180 na novela Fina Estampa para que Celeste (Dira Paes) denuncie o marido Baltazar (Alexandre Nero). Mas parece que Aguinaldo Silva não gostou da opinião da política. Em uma entrevista à Revista Veja online, o autor do folhetim reagiu com humor ao pedido.

?Mas ela chegou bem atrasada, porque a cena da prisão do Baltazar já está escrita há três semanas?, comentou, aos risos. ?A ministra pode ficar tranquila porque, antes do oficio dela chegar, a situação da Lei Maria da Penha já estava contemplada no meu texto?.

Aguinaldo conta que o personagem de Alexandre Nero vai ?dar uma surra monumental? na mulher e, só aí, vai ser denunciado por Celeste.

?Evidentemente que a gente quer denunciar o problema. Mas a trama tem 180 capítulos, precisa de um processo. Tenho que mostrar que o homem é violento, que a mulher tem medo dele, que pensa nas consequências de uma denúncia e que só reage depois de ultrapassados os limites. Mostramos o problema em todas as etapas, e isso faz as pessoas refletirem sobre o assunto?.

O novelista ainda deixou claro que não gostou da intromissão em seu trabalho:

?Ela está fazendo o papel dela com uma certa impaciência. Procurar saber o que vai acontecer na novela é uma interferência no trabalho criativo que não lhe cabe. Por mais que a ministra esteja apressada, a cena só vai ao ar daqui a três semanas. Ela pode confiar em mim, sou um feminista, até mais do que ela, que só chegou ao front agora?.

Vale salientar que a ministra Iriny Lopes é a mesma que tentou tirar do ar a propaganda em que Gisele Bündchen aparece de sutiã e calcinha dando más notícias ao marido, e também apoiou os metroviários que querem o fim de Valéria e Janete, do Zorra Total.

Fonte: O Fuxico