Aguinaldo Silva fica irritado com saída de Marília Pêra de minissérie

Globo proíbe Aguinaldo Silva de falar sobre o assunto

A polêmica saída de Marília Pêra da minissérie Cinquentinha pode ter irritado profundamente Aguinaldo Silva. Mas o autor que ficou conhecido por sua extrema franqueza revelou a O Fuxico que, após ter renovado com a Globo até 2014, não poderá comentar esse e outros assuntos ligados aos bastidores de suas tramas.

“Meu novo contrato com a Rede Globo não me permite falar sobre assuntos internos da emissora. E este, sem dúvida, é um assunto interno, que cabe à Rede Globo resolver”, limita-se a dizer o novelista. Após gravar algumas cenas como a ex-hippie Rejane, terceira mulher de Daniel (José Wilker) – papel que inicialmente seria de Renata Sorrah – Marília anunciou de deixaria o elenco por considerar o papel secundário.

Fato que a própria atriz confirmou à jornalista Patrícia Kogut dizendo: “Depois de anos sendo sempre a protagonista, não me sinto bem "secundando". Pode ser um defeito meu, mas é como sou.

A personagem da Susana é a estrela absoluta da minissérie e, na hora de gravar, percebi que isso não daria certo. Achei melhor sair agora do que depois, com o trabalho mais adiantado.” De acordo com a Central Globo de Comunicação, Marília alegou que deixaria Cinquentinha por razões pessoais. E ao ser comunicado do ocorrido, o diretor Wolf Maya remanejou a atriz Betty Lago, que estava no elenco, para assumir o papel de Rejane.

Mesmo sabendo que sua equipe precisará refazer nada menos que 17 cenas que já estavam prontas, Aguinaldo Silva mantém a classe e não critica a postura de Marília Pêra. “De Marília posso dizer apenas que a considero a maior atriz do Brasil e continuo tento o maior respeito pelo trabalho dela”, pondera o autor.

Fonte: Fuxico