"Algumas pessoas acham que todo artista é veado", diz André Gonçalves

Intérprete de Áureo em Morde & Assopra, o ator fala do preconceito com os homossexuais.

Conquistador inveterado, namoradeiro e pai de três filhos -- Manuela, 12 anos, com Tereza Seiblitz; Pedro Arthur, 10, fruto da relação com Myrian Rios, e Valentina, 8, de Cynthia Benini --, André Gonçalves está longe de precisar provar sua masculinidade. Mesmo assim, 16 anos depois de ter interpretado o homossexual Sandrinho, na novela A Próxima Vítima, e agora na pele do afetado Áureo, de Morde & Assopra, ele ainda tem medo da reação do público nas ruas e prefere evitar a exposição em determinados lugares.

"Não sou mais inocente. Algumas pessoas partem do princípio de que todo artista é veado. Tive três experiências bem ruins de violência naquela época (1995). Não frequento lugares em que as pessoas pensam assim", disse.

Mesmo assim, André sabe que, para derrubar de vez o tabu da homossexualidade, a batalha está longe de acabar.

"A gente ainda tem experiências de violência nas ruas. As pessoas são agredidas porque estão usando uma roupa diferente. Tem casais gays que são expulsos de restaurantes porque estão se beijando. Há os skinheads, os pitboys, os evangélicos. São todos bitolados. É como o torcedor de futebol fanático, que é agressivo, violento, sem se dar conta", diz ele à publicação, ressaltando que por conta disso, entende a dificuldade que é tratar desses temas na tevê. "Acho que a patrulha é natural. É um País democrático. A Globo não quer empurrar nada, quer informar sem preconceito, sem defesas e sem tomar partido", acredita.

Para André, o horário das 19h, por trazer muito humor, acaba facilitando essa aceitação das pessoas.

"Tem crianças assistindo. Os personagens são mais leves. Áureo é uma criatura divertida, cheia de possibilidades. Quero que ele seja uma pessoa, independentemente de suas lantejoulas", define ele, que também adora o trabalho do ator Rodrigo Sant"Anna, a Valéria do Zorra Total. "Ele é ótimo. Eu sou meio Shrek, meio espalhafatoso. Acho que os núcleos das novelas das 19h e 21h estão ajudando a explicar os desejos e as opções de cada um ao público", argumenta ele.

Talvez por isso seus filhos não estejam sofrendo bullying no colégio por causa do Áureo.

"Os amiguinhos da escola dos meus filhos também assistem e gostam. É importante para mim esse personagem. Meu convívio com as pessoas no dia a dia é muito bom", vibra.

André conta, ainda, ao jornal O Dia que não sabe como Áureo vai reagir quando souber que é realmente o pai do filho da Celeste (Vanessa Giácomo).

"Ela ainda corre o risco de perder o bebê, tudo pode acontecer", despista o ator. Mas, se julgarmos pelo ataque que o personagem vai dar no capítulo de hoje, quando ela insinuar que o bebê pode ser dele, vem chilique por aí. "Desencanta, perua! Cruz credo! Eu tenho cara de marido?", Áureo vai dizer à vilã.

Fonte: O Fuxico