Ameaça de morte faz Madonna contratar 400 seguranças

Mesmo com os protestos, a cantora fez um show para cerca de 30 mil pessoas,

Madonna teria recebido ameaças de morte de um grupo de fanáticos dos Balcãs, informou o "Daily Star". De acordo com informações da publicação, a cantora teria decidido se proteger contratando cerca de 400 seguranças particulares. As ameaças teriam acontecido como forma de impedir Madonna de se apresentar com a turnê "Sticky & Sweet", em Belgrado, na Sérvia, na noite de segunda-feira (24).



Mesmo com os protestos, a cantora fez um show para cerca de 30 mil pessoas, como planejado. Segundo o jornal, Madonna teria ficado apavorada com as ameaças e resolvido seguir com a "tropa" de seguranças para a Romênia, onde se apresenta nesta noite, em Bucareste. A representante da cantora, Liz Rosenberg, não quis comentar o ocorrido.

Na terça-feira (25), uma igreja da Bulgária divulgou um comunicado em que desaprova o concerto e acusa a popstar de "ter uma atitude desrespeitosa e intolerante em relação aos símbolos sagrados" durante a turnê. Em função disso, pessoas ligadas à igreja ortodoxa querem boicotar um show da cantora no país, no sábado (25).

Fonte: Quem, revistaquem.globo.com