Amigos e familiares querem internar Justin Bieber em uma clínica, diz site

Amigos e familiares do cantor canadenses estariam preocupados com seu vício em drogas


Amigos e familiares querem internar Justin Bieber em clínica de reabilitação, diz site

Justin Bieber pode dar entrada em uma clínica de reabilitação em breve, de acordo com o site ?TMZ?. Amigos e familiares do cantor canadenses estariam preocupados com seu vício em drogas, especialmente em uma uma chamada sizzurp, uma mistura de codeína e prometazina (presentes em xaropes contra a tosse) com refrigerante e balas. Em 2013, o rapper Lil Wayne chegou a ser hospitalizado pelo uso da droga.

Segundo o site, além do sizzurp, Bieber estaria abusando também de maconha, álcool, Xanax e outros remédios. Pessoas próximas a ele garantem que cocaína não está nesta lista, apesar de um amigo ter sido preso em posse da droga na mansão da astro teen em Calabasas, na Califórnia, nos Estados Unidos.

A preparadora vocal que trabalhou com Bieber no começo da carreira também está preocupada com o cantor. Tanto que ela usou sua conta no Twitter para pedir que os fãs do cantor orem por ele.

?Você não chuta um jovem quando ele está por baixo... Você o ajuda a levantar. Recoloquem o coração de vocês e orem comigo por @justinbieber. Não desanimem, fãs de @justinbieber. Hollywood não vai salvá-lo. Orações de amor e suporte já fizeram isso antes. Vamos ajudá-lo!?, tuitou ela, nesse sábado.

2013 de polêmicas

O ano de 2013 foi marcado por muitas polêmicas na vida de Bieber. Em sua passagem pelo Brasil, o cantor foi flagrado saindo de uma termas e foi autuado por pichar o muro de uma propriedade privada, tudo no Rio.

Suas festinhas também deram o que falar por aqui, especialmente depois que um vídeo seu dormindo vazou na internet. Na gravação, a morena Tati Neves, que alega ter passado a noite com o cantor, também aparece.

Além disso, os fãs reclamaram do descaso do cantor. Quem pagou o Meet & Greet se decepcionou porque não conseguiu ficar nem cinco segundos ao lado de Bieber.

Fonte: Extra