André Marques assume comando de programa de auditório com calouros

André revelou que tem um projeto de música à espera de gravação de um piloto, na emissora.

Prestes a completar 20 anos de TV Globo, André Marques continua acumulando carisma e surpreendendo com suas mudanças. A mais recente, resultado de uma cirurgia que lhe deu uma nova imagem, é a mais aparente. E ele se orgulha de ter superado essa barreira, como conta em entrevista ao colunista Leo Dias, do jornal O Dia, ressaltando que não ficou ao menos flácido após perder 45 quilos.



"Muita gente me pergunta isso, mas ainda não fiquei flácido, não. Também, se ficar não tem problema, não, faço cirurgia de boa. O que minha médica me explicou é que, no meu caso, não tive uma infância obesa. Eu fui engordando com o passar dos anos, então, quando você vem de muitos anos com sobrepeso, a pele estica muito mais. A pele cansa. Ainda devo perder entre cinco e sete quilos, mas a médica garantiu que não tem pele sobrando nenhuma aqui, não. Mas também? O que é um pei** para quem está ca****? Quem operou uma vez, opera duas, disse.

Os quilos a mais, ele garante, nunca foram problema para conquistar mulheres.

"Eu acho que sempre tem um chinelo velho para um pé cansado. Logicamente, existe um padrão de beleza, mas eu sou da teoria de que conquistar alguém vai além disso. Ser do bem, ter um papo legal, ser interessante e ter outras coisas legais que não dá para falar numa entrevista ajuda bastante. Se dar bem numa relação vai além de ser boa pinta, destacou, ressaltando que sua auto estima sempre foi boa . Sempre foi. Até quando eu estava mais pesado ? É claro que quando você emagrece isso melhora, não vou mentir. Você fica mais saudável e tem mais disposição. Eu sempre confiei no meu taco, até porque quem é gordinho tem aquela fuga para se garantir, já que não tem uma beleza dentro do padrão. Acho que a dedicação ao sexo oposto é maior?.

Apresentador do SuperStar, exibido nas noites de domingo, na Globo, André revelou que tem um projeto de música à espera de gravação de um piloto, na emissora.

"Escrevi um projeto que foi aprovado para gravar o piloto. É de música, mas é auditório com calouros. Cheguei até a gravar. Apareceu esse do Boninho, que ele trouxe de Israel, mas acabando o SuperStar vou batalhar por esse que escrevi. Acho que é verdade essa teoria que há uma tendência da televisão ser ao vivo e o público gostar mesmo é de rir. O apresentador não é mais a estrela, ele só é a ponte com o público. Tenho vontade de fazer algo povão mesmo, aquela coisa à la Chacrinha. Como diria o ditado, a voz do povo é a voz de Deus".

O apresentador, DJ e também empresário falou de tudo na entrevista, mas escorregou um pouquinho quando o assunto foi seu estado civil.

?Rapaz, essa pergunta é a que eu não falo. O resto eu falo tudo, mas quando falo disso atrapalho um bocado de gente. Atrapalha a mulher e a mim também. Não sou ?frescureba? com as coisas, não, eu sou o cara mais cara de pau para falar da minha vida. Abro minha casa, tiro foto, falo de tudo, mas, quando a pessoa é do meio, é mais fácil. Como quando namorei a Fernandinha Vasconcellos. Quando não é do meio, atrapalha a vida da pessoa. Prefiro não expor. Meu coração está ótimo?.

Fonte: OFuxico