Aos 96 anos, gêmeos revelam namoro a 3 após novela

Quando tinham 30 anos, dividiram a mesma namorada, mas, por insistência do "caçula"

Os irmãos gêmeos Primo e Segundo Carvalho têm 96 anos e ainda dão risadas do que aprontaram na juventude. Nascidos em 1913, em Córdoba, na Argentina, os dois são filhos de lavradores italianos e foram levados para Muqui, no Espírito Santo, aos três anos. Quando tinham 30 anos, dividiram a mesma namorada, mas, por insistência do "caçula", Segundo, a moça foi deixada de lado pelo mais "velho", Primo. O namoro resultou em casamento, que hoje já dura 52 anos.

O triângulo amoroso era segredo entre os irmãos e Dejanira Ferreira Camargo, 87 anos, que se casou com Segundo em 1947. A história foi revelada para toda a família depois que a dona de casa começou a assistir a novela "Viver a Vida", cuja trama relata a vida de dois gêmeos que têm um relacionamento com uma mesma mulher.

"Eu estou dando risada com a novela porque a história é parecida com a que vivemos no passado", disse Dejanira ao G1. Ela afirmou que era namoradeira e não fica encabulada de lembrar do antigo namoro com o atual cunhado. "Antes de ficar com Segundo, namorei Primo por alguns meses. Com Segundo, o namoro foi mais longe e ficamos juntos por quatro anos, até nos casar."

Segundo credita a conquista do coração de Dejanira por se achar mais bonito que o irmão. "O sucesso é a pinta que tenho no nariz", disse ao G1. A mulher confirma a informação. "Cheguei a namorar os dois ao mesmo tempo, mas não era de propósito. Eles não faziam isso de maldade, nem eu. Teve uma época que eu tinha de perguntar o nome quando encontrava com um deles sozinho. No fim das contas, a pinta no nariz fez mesmo a diferença", afirmou Dejanira.

Primo ficou viúvo há um ano e mora em Vila Velha (ES). Segundo mora com a mulher em Vitória e é vizinho dos próprios filhos e netos. "Essa história foi uma surpresa para a família toda. Agora, quando contamos aos amigos sobre o triângulo amoroso, eles ficam dando risada pela casa", disse a nora de Segundo, Delcy Sartório Camargo.

Filhos de italianos e nascidos na Argentina, os dois afirmam categoricamente que são brasileiros. "Eles odeiam o Maradona e vibraram com a última goleada da seleção brasileira pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Se puderem, eles escondem que nasceram na Argentina", disse o neto Reynaldo Sartório Camargo.

Fonte: g1, www.g1.com.br